Sexta-feira, Janeiro 27, 2023
6 C
Braga
InícioRegiãoVila Nova de FamalicãoFamalicão pronto para o futuro

Famalicão pronto para o futuro

© CM Famalicão

A sustentabilidade é o conceito central e transversal do novo Plano Estratégico de Vila Nova de Famalicão. A estratégia que vai nortear a ação autárquica até 2030 foi apresentada na passada sexta-feira, pelo presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, que fala num documento estruturante que responde “às exigências contemporâneas para a qualidade de vida das gerações atuais e, simultaneamente, das gerações futuras de Famalicão”.

O documento foi apresentado no decorrer da conferência “Famalicão.30 – Estratégia de Desenvolvimento de Vila Nova de Famalicão para o período 2022-2030” que decorreu no Centro de Estudos Camilianos, numa organização conjunta do jornal ECO e da autarquia famalicense.

“Ser uma comunidade tecno-industrial conectada, num território verde multifuncional” é assim a visão da estratégia Famalicão.30 que define como missão tornar Vila Nova de Famalicão numa comunidade cada vez mais coesa, aberta, diversa, humanizada e resiliente. Uma comunidade tecno-Industrial, cada vez mais competitiva e circular e envolvida nos processos de transição digital e verde. Um território verde, multifuncional, conectado interna e internacionalmente, infraestruturado para a comunicação e ação digital, valorizador da sustentabilidade, da proximidade e habitabilidade do território.

A estratégia municipal para o período 2022-2030 aponta ainda para o posicionamento e desenvolvimento de um território sustentável do ponto de vista social, ambiental e económico, pilares descritos como essenciais para o presente e futuro do concelho, para a coesão social, qualidade de vida e crescimento do território.

“Objetivos que assumimos com coragem e determinação”, acrescenta Mário Passos, para quem este novo plano estratégico “não é uma receita mágica”, mas sim “uma visão coletiva do futuro que queremos construir”. “As direções que aqui apontamos não são fruto de um desenho a regra e esquadro. São resultado daquilo que Famalicão quer para o seu futuro, resultado da expectativa, da leitura e da interpretação dos anseios dos famalicenses”, disse.

O novo Plano Estratégico de Vila Nova de Famalicão, que Mário Passos classificou também como “dinâmico, ágil, e permanentemente suscetível de novas atualizações”, define dois programas farol, transversais a todas as áreas. Um com incidência na questão climática, que estará presente em todas as ações municipais, com medidas concretas tendo em vista a neutralidade carbónica; e um outro com incidência na questão demográfica.

A sua operacionalização é estruturada por cinco agendas: Famalicão Integrador; Famalicão Qualificado; Famalicão Dinâmico, Famalicão Ecológico e Famalicão Participativo.

Recorde-se que a estratégia Famalicão.30 respeita os compromissos eleitorais assumidos por Mário Passos e alinha a estratégia municipal com as prioridades e recursos das estratégias internacionais e nacionais, nomeadamente os “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS” e o ciclo em curso de programação europeia, nomeadamente o PT 2030 e o PRR. A sua conceção e estruturação recorreu a um amplo processo de consulta, envolvimento e participação pública que decorreu de 26 de março a 30 de abril de 2022, no âmbito do programa “Os Dias de Famalicão.30”, com o contributo de cerca de mil famalicenses.

O documento final está disponível para consulta aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS