Terça-feira, Julho 16, 2024
15 C
Braga
RegiãoVila Nova de FamalicãoFamalicão é o município do país com mais Eco-Escolas

Famalicão é o município do país com mais Eco-Escolas

© CM Famalicão

Vila Nova de Famalicão é o município do país com mais Eco-Escolas, com 72 instituições educativas galardoadas pelo trabalho desenvolvido no ano letivo 2022/2023.

A cerimónia de entrega da Bandeira Verde, que premeia o trabalho desenvolvido pelas escolas na melhoria do seu desempenho ambiental e na área da sensibilização/educação ambiental, decorreu na passada sexta-feira, 13 de outubro, em Braga, com a presença do vereador do Ambiente da autarquia, Hélder Pereira, alunos, professores e representantes das escolas do concelho galardoadas.

Vila Nova de Famalicão tem, este ano, mais 15 escolas distinguidas em relação ao ano anterior. No total foram distinguidos cinco eco-agrupamentos: Camilo Castelo Branco, Pedome, Ribeirão, D. Sancho I e Padre Benjamim Salgado.

O presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, mostra-se “orgulhoso” dos resultados obtidos, mas mais do que os números, o autarca salienta os frutos do trabalho que tem sido desenvolvido nesta área junto da comunidade, sobretudo, da comunidade escolar. “As nossas crianças são os adultos de amanhã e, por isso, este é um trabalho muito importante que vamos continuar a desenvolver”.

Recorde-se que o Eco-Escolas é um Programa de Educação para o Desenvolvimento Sustentável promovido em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), secção portuguesa da Fundação de Educação Ambiental (FEE). Desenvolvido em Portugal desde 1996, o programa é atualmente implementado em mais de 2045 escolas em todo o território nacional, abrangendo todos os graus de ensino. Visa a disseminação de uma metodologia de abordagem das questões ambientais inspirada na Agenda 21.

Uma escola/instituição que adere ao Eco-Escolas compromete-se a desenvolver um conjunto de ações e atividades que deverão envolver os diferentes elementos da comunidade escolar, com especial enfoque nos alunos, nos professores, nos auxiliares de ação educativa, nos encarregados de educação e ainda da comunidade envolvente, nomeadamente o município.

Este programa visa ainda criar hábitos de participação e cidadania, tendo como objetivo principal encontrar soluções que permitam melhorar a qualidade de vida na escola e na comunidade.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES