Domingo, Outubro 1, 2023
22.8 C
Braga
InícioRegiãoVila Nova de FamalicãoFAMAFOLK confirmado para 2024 em Famalicão

FAMAFOLK confirmado para 2024 em Famalicão

© FAMAFOLK

“Um verdadeiro sucesso, com um conjunto de atuações memoráveis”. É com este sentimento de dever cumprido e de satisfação que o Grupo Etnográfico Rusga de Joane encerrou mais uma edição do FAMAFOLK – Festival Internacional de Folclore de Vila Nova de Famalicão que já tem datas confirmadas para o ano que vem: 30 de julho a 4 de agosto.

Pelos três dias de festival, que decorreu de 4 a 6 de agosto, passaram mais de 4 mil pessoas, com casa cheia nas três grandes galas do FAMAFOLK: em Famalicão, Seide São Miguel e Joane.

“A curiosidade do público é sempre muita para conhecer novas culturas, novas tradições e novos ritmos. Ficamos muito satisfeitos por ver que o FAMAFOLK despertou o interesse do público, mas sobretudo por perceber que ganhamos um espaço no coração do público que confia na qualidade do folclore e da etnografia que lhes apresentamos todos os anos”, refere, em jeito de balanço, o diretor do festival, Ricardo Carneiro.

Sentimento partilhado também pelos oito grupos convidados deste ano e pelos cerca de 350 folcloristas: Companhia de Dança Acuarela Boliviana (Bolívia), Georgian Folcloric Dance Group of University GIPA (Geórgia), Ballet Folclorico de Casanare (Colômbia), Ensemble Folklorique Les Éclusiers (Canadá) e Szőttes Kamara Néptáncegyüttes (Eslováquia) e de Portugal, os famalicenses Grupo Etnográfico Rusga de Joane e Rancho Folclórico de São Miguel-o-Anjo e o Grupo Folclórico Santa Cruz Vila Meã, de Amarante.

O sucesso do evento foi também enaltecido pelo vereador da Cultura do município famalicense, Pedro Oliveira. Trata-se de “um festival que permite conhecermos o melhor do folclore de outros países, possibilitando acesso à variedade multicultural da arte e da cultura tradicional” e que “possibilita uma oferta cultural relevante no mês de agosto em Famalicão”.

Recorde-se que o FAMAFOLK está em processo de candidatura ao selo Festival CIOFF. Este foi o primeiro de três anos de avaliação. “Estamos a trilhar o nosso percurso e acredito que estamos no bom caminho”, acrescenta ainda Ricardo Carneiro.

MAIS NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES