Sábado, Janeiro 29, 2022
16.1 C
Braga
InícioEducaçãoFafe comemora Dia Internacional das Cidades Educadoras

Fafe comemora Dia Internacional das Cidades Educadoras

© CM Fafe

O Município de Fafe celebrou, hoje o Dia Internacional das Cidades Educadoras com um conjunto de iniciativas sob o mote “A Cidade Educadora não deixa ninguém para trás”.

Celebrado a 30 de novembro, o Dia Internacional das Cidades Educadoras procura tornar visível o compromisso com a educação enquanto ferramenta política de transformação social. As Cidades Educadoras são cidades regidas pela inclusão e a igualdade de oportunidades, pela justiça social, pela equidade, pela diversidade.

As comemorações em Fafe tiveram início com o hastear da Bandeira Cidade Educadora nos Paços do Concelho. Na ocasião, a Academia de Música José Atalaya interpretou o Hino Nacional das Cidades Educadoras.

O presidente da Câmara Municipal de Fafe, Antero Barbosa, dirigiu-se às crianças, agradecendo o momento que proporcionaram “cantaram que a nossa cidade é uma cidade de pessoas livres, de pessoas solidárias, que não deixa ninguém para trás. Isso não pode ser o papel só de uma pessoa, é algo que nos toca a todos. Portanto, contamos com a vossa ajuda para construirmos uma cidade e um mundo melhor para todos.”

Durante o dia, em várias escolas do concelho, estão a decorrer sessões de sensibilização “O que é uma Cidade Educadora”. Já no Teatro Cinema, os alunos do pré-escolar e do básico, tiveram oportunidade de assistir à peça “Viagem à Terra Prometida” .

Nas redes sociais do Município, foi divulgado um vídeo de relato sobre uma história de sucesso de reintegração profissional, em parceria com a Associação Comercial e Empresarial de Fafe /Centro Qualifica, e outro onde se podia assistir a diversas reflexões da população sénior relativamente aos Princípios das Cidades Educadoras.

Pompeu Martins, vereador da Educação do Município de Fafe, explica que “o concelho de Fafe integra a Rede de Cidades Educadoras, assumindo o compromisso com uma educação inclusiva e de qualidade, assegurando que este direito possa efetivar-se sem discriminação, não deixando ninguém para trás,e reforçando o importante trabalho educativo exercido por escolas e famílias. Em todas as ações e políticas promovidas pelo Município, o Direito à Educação é tido como promotor do desenvolvimento humano, social e económico das pessoas e das comunidades e como elemento fundamental para atingir um desenvolvimento sustentável, uma cidadania ativa e uma paz duradoura”.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS