Domingo, Março 3, 2024
10.1 C
Braga
spot_img
InícioRegiãoEsposendeEsposende investe mais de 257 mil euros na beneficiação da rede viária
spot_img

Esposende investe mais de 257 mil euros na beneficiação da rede viária

CM Esposende

No âmbito do Plano de Investimento nas Freguesias, o Município de Esposende vai avançar com a execução de mais duas intervenções de beneficiação da rede viária do concelho, em Apúlia e em Vila Chã, num investimento global de 257.579,46 euros.

Depois da requalificação da Rua do Pinhal, em Apúlia, intervenção que foi executada faseadamente e que orçou em 111.494,70 euros, a Câmara Municipal de Esposende vai proceder à pavimentação do caminho rural que liga esta artéria à Rua dos Pousados, empreitada que terá um custo de aproximadamente 158 mil euros e um prazo de execução de três meses.

Esta intervenção corresponde à concretização de um anseio antigo da população de Apúlia, particularmente dos moradores do lugar de Criaz. Com efeito, esta via faz a ligação do lugar de Criaz ao Campo dos Sargaceiros, equipamento que está a sofrer obras de beneficiação e ampliação, num investimento municipal próximo dos 400 mil euros.

“A pavimentação deste troço, que se encontra em terra batida, reveste-se, pois, de particular relevância, na medida em que configura a melhoria das condições de segurança e de circulação neste percurso”, sublinha a Autarquia.

Em Vila Chã, a Câmara Municipal de Esposende vai proceder à repavimentação da Rua Nova, cujo investimento se eleva a 99.640 euros, sendo que os trabalhos têm um prazo de execução de dois meses.

“A Rua Nova constitui uma das principais vias da freguesia, encontrando-se em mau estado de conservação, com piso em cubo bastante irregular, não garantindo, por isso, as exigíveis condições de segurança e de circulação. Assim, optou-se pela repavimentação da rua, substituindo o cubo por tapete betuminoso, opção que tem sido prática em vias de maior fluxo automóvel”, explica o Município.

A Câmara Municipal refere que “nesta intervenção não está prevista a instalação de infraestruturas de saneamento básico, considerando o elevado investimento que uma empreitada desta natureza implica, a que acresce o facto de, atualmente, não existirem as infraestruturas para a ligação à rede, encontrando-se em construção o denominado “Intercetor de Vila Chã”, pela empresa Águas do Norte, SA, entidade responsável pela drenagem e tratamento das águas residuais “em alta”. Constituiria, pois, um desperdício de recursos proceder à execução da rede de saneamento nesta fase, contudo, não fica inviabilizada a sua concretização no futuro, como é desejável”.

Nesta fase, a beneficiação do piso da via assume-se “prioritária”, pelo que será concretizada a repavimentação da rua, de modo a garantir a “segurança, tanto de automobilistas como de peões”.

Benjamim Pereira disse que, “como prometido, estamos a concretizar o nosso plano de ação, através da execução das intervenções e projetos que, em cada localidade, se assumem como decisivos e prioritários”. “Em estreita colaboração com as Juntas de Freguesias e dentro do orçamento disponível, estamos a concretizar o projeto de desenvolvimento do concelho, em linha com as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU”, finalizou.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES