Domingo, Abril 21, 2024
20.8 C
Braga
RegiãoEsposendeEsposende inaugura mural comemorativo na Estação Elevatória de Fão

Esposende inaugura mural comemorativo na Estação Elevatória de Fão

© CM Esposende

O Dia Mundial da Água, que se comemora anualmente a 22 de março, foi assinalado em Esposende com a inauguração de um mural comemorativo na Estação Elevatória de Fão, representativo das artes, costumes e gentes desta localidade concelhia.

Entre o século XIX e princípios do XX, os portos Fão e Esposende foram dos mais afamados portos portugueses para construção de navios de longo curso, que eram utilizados para atividades como a cabotagem. A localização dos estaleiros navais de Fão era, precisamente, no local onde está instalada a referida Estação Elevatória, junto à Ponte D. Luís Filipe, sendo a arte e a indústria da construção naval “grandes motivos da prosperidade económica da Vila de Fão”, que, a partir do segundo terço do século XX, entraram em decadência com o assoreamento do Rio Cávado.

A pintura do mural esteve sob a orientação do artista plástico Tiago Hacke, responsável pela criação do já anteriormente reproduzido nas paredes da Estação Elevatória de Cepães, em Marinhas, e que teve como principal finalidade dar a conhecer parte da biodiversidade associada aos ambientes aquáticos, nomeadamente do Canal Intercetor de Esposende.

A utilização de estruturas presentes no território como instrumentos de comunicação ambiental resulta de uma parceria entre a Esposende Ambiente e a Águas do Norte, e tem como principal estratégia “educar e sensibilizar os munícipes e visitantes para os valores naturais e culturais concelhios”.

A inauguração do mural contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, do presidente do Conselho de Administração da Esposende Ambiente, Paulo Marques, e de Filipe Silva, membro do Conselho de Administração da Águas do Norte.

Benjamim Pereira referiu que “é estratégia do Município de Esposende, de algum tempo a esta parte, utilizar a arte como forma de atenuar o impacto visual e urbanístico de infraestruturas fundamentais para a qualidade de vida dos esposendenses, assim como forma de atratividade, visitação e de perpetuar as memórias da comunidade”..

Paulo Marques e Filipe Silva demonstraram a sua “satisfação” pelos resultados obtidos através da parceria de sucesso entre as entidades que representam, assumindo que poderão ser lançados, em breve, novos projetos de idêntica natureza

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES