Domingo, Maio 26, 2024
13.1 C
Braga
RegiãoEsposendeEsposende imortaliza piloto Paulo Gonçalves com escultura e parque citadino

Esposende imortaliza piloto Paulo Gonçalves com escultura e parque citadino

© CM Esposende

“Aquele que nasce para ser grande não será nunca esquecido”. As palavras do filho de Paulo Gonçalves, Rubén Gonçalves, traduziram a essência da homenagem que Esposende prestou hoje ao seu nome maior do motociclismo.

Milhares de pessoas, entre os quais largas centenas de aficionados do motociclismo, oriundos dos mais diversos lugares, marcaram presença na cerimónia de inauguração do Parque Paulo Gonçalves e da escultura memorial do piloto. Um espaço urbano requalificado que integra as valências de Parque Canino, Souto Citadino e Coleção de Árvores Notáveis, e que se localiza à face da Estrada Nacional 13, classificada como Rota do Norte, entre as rotundas da Senhora da Saúde e da Solidal, em Esposende.

Numa cerimónia marcada pela emoção, onde as lágrimas se misturaram com os sorrisos e as palmas, foi lembrado e homenageado o piloto natural de Gemeses, que morreu no Dakar 2020, com rasgados elogios à suas qualidades desportivas e pessoais.

Após a bênção do novo espaço, pelo pároco de Esposende, Padre Delfim Fernandes, teve lugar um dos momentos emotivos da cerimónia, o descerrar da escultura memorial, um monumento de 8 toneladas e 5,5 metros de altura, construído com 27.500 peças mecânicas.

O projeto é da autoria do fotojornalista e artista Paulo Jorge Maria, que apresentou um pequeno filme da execução do monumento e deu conta do trabalho desenvolvido ao longo de vários meses para dar corpo a esta “obra pioneira em Portugal, pelo conceito e volumetria”, uma obra pensada para “dar vida a peças em fim de vida”.

“Hoje é um dia de festa, dia em que celebramos a amizade e o amor, a partilha e a comunhão a que o Paulo nos habituou”, afirmou Paulo Maria, na sua intervenção, notando que o tamanho “gigante” da escultura reflete a grandiosidade do piloto, como campeão e como homem. Num discurso marcado por muitos aplausos, Paulo Maria, enalteceu o caráter e a tenacidade do piloto, dizendo que a escultura reflete a sua paixão pela amizade e que se traduzirá em ponto de encontro. Terminou agradecendo à Câmara Municipal pelo acolhimento e apoio ao projeto, bem como a todos quantos colaboraram para o tornar realidade, e dirigiu um agradecimento particular à família de Paulo Gonçalves. “O ‘Speedy’ estará sempre connosco”, rematou.

© CM Esposende

Os filhos do piloto, Érica e Rúben, expressaram, em nome da família agradecimentos por esta homenagem. Citando Fernando Pessoa “Para ser grande sê inteiro…” lembraram o pai como um “homem resiliente e corajoso, um exemplo reconhecido e admirado”, dizendo ainda que “hoje ficará imortalizado para sempre”.

Do mesmo modo, o presidente da Federação de Motociclismo de Portugal, Manuel José Marinheiro, destacou a essência de Paulo Gonçalves, tanto no seio do motociclismo como nas relações pessoais. Considerou, por isso, “justa e merecida” a homenagem que a Comissão Organizadora levou a efeito e agradeceu ao Município de Esposende e a todos quantos a tornaram possível, destacando o trabalho do artista Paulo Maria. Expressou um “agradecimento maior” à família, dizendo “sem vocês não seria a mesma coisa”, e concluiu agradecendo a Paulo Gonçalves o mérito de, mesmo após a sua morte, reunir tanta gente em torno do motociclismo e da solidariedade.

“Hoje é um dia de homenagem e de exaltação do Paulo Gonçalves”, afirmou o presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, considerando a cerimónia mais um reconhecimento ao piloto que se assumiu como embaixador de Esposende, uma postura que o levou a colaborar com o Município nas mais diversas iniciativas. O autarca lembrou que o Município “sempre soube reconhecer o Mérito Desportivo de Paulo Gonçalves”, reconhecendo-o, ainda, a título póstumo, com a atribuição da Medalha de Honra, o mais alto galardão municipal, e integrando o seu nome na toponímia de Gemeses, sua terra natal. Referiu, ainda, o “Prémio Paulo Gonçalves”, instituído em 2021, a mais alta condecoração atribuída aos atletas do concelho.

© CM Esposende

A conceção da escultura e a criação do Parque Gonçalves integram o conjunto de iniciativas definidas pela Comissão Organizadora de Homenagem ao Paulo Gonçalves, referiu, dando nota de que em perspetiva está a edição da biografia do piloto e a realização de uma prova de motociclismo em sua homenagem. Elogiando o trabalho do autor da escultura, o presidente da Câmara Municipal realçou a imponência da obra, considerando “estar à altura da grandiosidade do piloto”, e frisou que “dignifica quem fez e contribuiu para o memorial”. Sustentou a escolha da localização por se tratar de um local de forte circulação, à margem de uma Estrada Nacional, proporcionando, assim, uma ampla visibilidade ao memorial. Benjamim Pereira notou que o Parque e a escultura se traduziram num investimento superior a 500 mil euros, financiado praticamente na totalidade pelo Município, que contou com um financiamento de 75.000 euros do programa “Compete”.

Num discurso marcado por várias ovações à memória de Paulo Gonçalves, o presidente da Câmara lembrou o legado de um “homem vencedor, lutador, um exemplo de humildade e de amor aos seus e à sua terra”. Concluindo, o autarca convidou as pessoas a usufruírem do espaço, apelando ao civismo das pessoas, não só pela preservação do património público como “por respeito ao Paulo Gonçalves”.

Elogios ao homenageado foram expressos também pelo presidente da União de Freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra, Aurélio Neiva, que saudou a requalificação daquele espaço urbano, concretizando um anseio do seu executivo, através da criação de “mais um espaço de lazer e recreação”. “Será um local de muitas visitas para os amantes do motociclismo”, afirmou, agradecendo ao Município “a intervenção de homenagem a Paulo Gonçalves, bem como a todos quantos contribuíram para a tornar realidade”.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES