Segunda-feira, Agosto 15, 2022
17.3 C
Braga
InícioRegiãoEsposendeEsposende cancela Galaicofolia

Esposende cancela Galaicofolia

© Galaicofolia

A Comissão Municipal de Proteção Civil de Esposende deliberou hoje, por unanimidade, cancelar o evento Galaicofolia, por não estarem reunidos os requisitos de segurança, devido às condições climatéricas que ditaram a declaração de estado de contingência decretado pelo Governo. Estado de Contingência condiciona, também, o normal decurso de festas e romarias.

“Para montar todo o cenário da Galaicofolia, as intervenções teriam de iniciar-se amanhã. Como não é permitida a realização das tarefas inerentes a este tipo de eventos, não estão reunidas as condições para concretizar o evento”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira que lamentou “os transtornos causados por esta decisão, mas a segurança deverá ser sempre a nossa prioridade”.

Em reunião realizada hoje, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Esposende, os elementos integrantes da Comissão Municipal de Proteção Civil manifestaram a sua preocupação, ante as condições climatéricas, favoráveis à deflagração de incêndios.

Num briefing que marcou o início dos trabalhos, o coordenador do Gabinete Municipal de Proteção Civil, Júlio Melo, apresentou previsões meteorológicas preocupantes para os próximos dias, nomeadamente, o baixo índice de humidade e as temperaturas elevadas.

Confrontado com a possibilidade de realizar o evento Galaicofolia, no monte de S. Lourenço, em Vila Chã, o comandante do destacamento de Esposende da GNR, Paulo Campos, assim como os representantes das corporações de bombeiros, manifestaram disponibilidade para “reforçar os efetivos”. Porém, as circunstâncias em que ocorre o evento, numa área envolvente em espaço florestal que poderá condicionar as ações de socorro, foi deliberado cancelar o evento.

O Município de Esposende vai avançar com um plano de proteção às populações, com uma equipa de vigilância móvel que reforçará ações de patrulhamento e vigilância nas zonas florestais, ativação da Àrea de Apoio Logístico para as forças de socorro colocação em pré-alerta de meios do município, nomeadamente equipa de apoio logístico e máquinas rectroescavadoras. Às Juntas de Freguesia foi solicitado o levantamento dos meios existentes nas freguesias, nomeadamente cisternas e tratores privados, além de criarem uma bolsa local de voluntários para apoio nas ações de rescaldo em incêndios rurais.

Nesta reunião da Comissão Municipal de Proteção Civil foi ainda debatida a questão da segurança no concelho, tendo os autarcas solicitado ao comandante do destacamento de Esposende da GNR o reforço dos efetivos, principalmente nesta época de verão.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS