Quarta-feira, Agosto 10, 2022
26 C
Braga
InícioRegiãoEsposendeEsposende: Benjamim Pereira inaugurou obras de requalificação da zona central de Vila...

Esposende: Benjamim Pereira inaugurou obras de requalificação da zona central de Vila Chã

© CM Esposende

Benjamim Pereira, presidente da Câmara Municipal de Esposende, procedeu, na tarde deste sábado, à inauguração das obras de requalificação da zona central de Vila Chã, que correspondem a um investimento superior a 250 mil euros.

A intervenção traduziu-se no reperfilamento da Rua da Liberdade e requalificação de toda a zona envolvente, com o objetivo de “estabelecer uma ligação com maior dignidade entre a Igreja Paroquial e o cemitério, aumentando também a disponibilidade de estacionamento e o espaço, comodidade e segurança na circulação dos peões”. Para concretizar esta obra, a Câmara Municipal procedeu à aquisição de uma parcela de terreno, a que se somam cedências de outras parcelas por parte de vários proprietários.

“Hoje é um dos dias mais especiais para Vila Chã”, afirmou o presidente da Junta de Freguesia, Mário Boaventura, expressando, assim, a sua satisfação pela concretização desta intervenção há muito ansiada e que se traduz, por isso, no “cumprimento de um sonho”. Aludiu aos constrangimentos do processo, que atrasaram a conclusão da obra, mas frisou que o dia é de agradecer a todos quantos tornaram possível a sua concretização, desde logo aos proprietários que cederam terreno, bem como ao Presidente da Câmara, Benjamim Pereira, pelo empenho e determinação na execução da intervenção. Mário Boaventura aproveitou a oportunidade para apontar algumas das pretensões que gostava de ver concretizadas em Vila Chã, nomeadamente a execução da rede de saneamento.

Saudando a presença do presidente da Assembleia Municipal, Carlos Silva, neste ato que assinalou a concretização de um importante investimento na sua terra natal, Benjamim Pereira sublinhou que o ciclo de investimento municipal é transversal a todo o concelho, elevando-se presentemente a cerca de 14 milhões euros, num total de mais de vinte obras já concluídas ou em vias de conclusão. Entre estas, contam-se as intervenções nas zonas centrais de Forjães e de Marinhas e na Alameda do Bom Jesus, em Fão, o acesso ao Monte do Faro, a requalificação da Estrada Nacional 305, a ecovia do Cávado Fão-Fonte Boa, a obra de requalificação e saneamento no lugar de Outeiro em Marinhas, bem como as obras da Escola Secundária Henrique Medina, da Biblioteca e do Arquivo Municipal, da Doca de Pesca e do Portinho de Apúlia, vila onde há também investimentos no Museu do Sargaço, no Campo dos Sargaceiros e na Escola do Facho.

Vincando que estes investimentos só são possíveis graças à saúde financeira do Município, Benjamim Pereira deu ainda nota da concretização de outras obras importantes, nomeadamente a requalificação do Mercado Municipal e do Largo Rodrigues Sampaio e a construção do polo do IPCA (Instituto Politécnico do Cávado e do Ave), que garante o ensino superior em Esposende, projetos que totalizam cerca de 7 milhões de euros de investimento. A sustentabilidade financeira que possibilitou também a aquisição de terrenos em Antas e em Apúlia para a concretização de outros projetos, e permitirá avançar com a aquisição dos terrenos para a execução do Parque da Cidade. Em matéria de concretização de projetos estruturantes, Benjamim Pereira referiu também o polo da Universidade do Minho na Estação Radionaval de Apúlia e o projeto no Forte de S. João Baptista, bem como a Zona Desportiva, em Cepães-Marinhas, vincando que o Município está focado no crescimento sustentável do concelho. Lembrou, a propósito, que Esposende, a par de Braga, foi dos concelhos do distrito que registou crescimento populacional, o que denota que é um território em franca expansão.

Na sua intervenção, o autarca realçou, ainda, que o investimento do Município se estende a outros domínios, nomeadamente no apoio às empresas, no plano social onde se perspetiva um forte investimento na habitação, nas vertentes desportiva e da educação, e, ainda, ao nível da saúde pública em virtude da pandemia da Covid-19.

Sobre a obra inaugurada, Benjamim Pereira referiu que era, efetivamente, um anseio antigo que, com a colaboração da Junta de Freguesia, se tornou realidade, melhorando a zona central de Vila Chã, tanto a nível estético, como funcional, quer pela melhoria da circulação, quer pela criação de estacionamento.

Perante a população de Vila Chã, o presidente da Câmara Municipal de Esposende assumiu que outros investimentos se seguirão na freguesia, nomeadamente na requalificação da rede viária, da envolvente do Castro de S. Lourenço e na área exterior do Campo de Futebol, bem como no que se refere ao pavilhão contíguo que se encontra inacabado. Relativamente ao saneamento, referiu que agora que a Águas do Norte está concluir as necessárias infraestruturas do sistema em alta, a Esposende Ambiente poderá vir a concretizar investimento nesta área, no sistema em baixa, e deu nota de que o próximo quadro comunitário de apoio poderá disponibilizar verbas para execução de novas redes.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS