Quinta-feira, Agosto 5, 2021
21.4 C
Braga
InícioPaísEscuteiros do país recolheram 11.669 quilos de pilhas e baterias usadas

Escuteiros do país recolheram 11.669 quilos de pilhas e baterias usadas

DR

Escuteiros de 61 agrupamentos do Corpo Nacional de Escutas (CNE) reuniram um total de 11.669 quilos de pilhas e baterias usadas para reciclagem na primeira edição da campanha “Escuteiros Electrão”.

O Electrão – Associação de Gestão de Resíduos, uma das entidades gestoras responsáveis pela recolha e reciclagem destes equipamentos em fim de vida, desafiou os escuteiros de todo o país a tornarem-se agentes de recolha de pilhas e baterias usadas, envolvendo-os nesta campanha de sensibilização.

No âmbito desta iniciativa, que arrancou a 1 de dezembro de 2019 e terminou a 30 de novembro de 2020, o Electrão distribuiu pelos escuteiros um valor global que ultrapassou os nove mil euros. Foram premiados os 10 agrupamentos de escuteiros que recolheram as maiores quantidades e foi ainda atribuído um incentivo equivalente a 75 euros por cada tonelada.

“Apesar das limitações impostas por um ano atípico os escuteiros disseram presente e deram uma valiosa contribuição para a recolha de pilhas e baterias. Estes resultados são sinal do potencial da campanha e do papel fundamental que os escuteiros e os mais jovens podem ter em iniciativas deste género. Foi com enorme satisfação que o Electrão reconheceu estes resultados com a entrega aos escuteiros dos prémios máximos previstos na campanha”, congratulou-se o diretor-geral do Electrão, Pedro Nazareth.

O grupo de escuteiros que mais pilhas e baterias usadas reuniu foi o Agrupamento Nª Sª do Amaro em Portimão, distrito de Faro, com um total de 1356 quilos recolhidos. Recebeu por isso o prémio mais elevado no valor de dois mil euros. Um prémio com o mesmo valor foi também entregue ao CNE.

Em segundo lugar ficou o agrupamento de Lousa, no distrito de Lisboa, que reuniu 975 quilos de pilhas e baterias para reciclagem e foi por isso compensado com 1200 euros.

800 euros foram entregues ao agrupamento de Vera Cruz, Aveiro, que ficou em terceiro lugar com 646 quilos de equipamentos recolhidos.

Os agrupamentos de Vale São Martinho e Oliveira de Santa Maria, no distrito de Braga, e os agrupamentos de Samora Correia, no distrito de Santarém, e Belas, em Lisboa, receberam 400 euros pelas quantidades recolhidas.

Um contributo de 200 euros coube aos agrupamentos de Darque, em Viana do Castelo, São Simão de Oiã, no distrito de Aveiro, e Ermesinde, Porto.

Este novo projeto do Electrão, em parceria com o Corpo Nacional de Escutas, tem como objetivo sensibilizar e envolver os escuteiros, os voluntários, os pais e a comunidade em geral, no esforço global da preservação do ambiente através do encaminhamento adequado de pilhas e baterias usadas para reciclagem.

O trabalho do Corpo Nacional de Escutas ao nível da educação e formação dos jovens acaba de ser reconhecido pelo Parlamento Europeu que lhe atribuiu o “Prémio do Cidadão Europeu 2020”. Trata-se de uma distinção que visa “recompensar atividades excepcionais desempenhadas por cidadãos, grupos, associações ou organizações” no âmbito dos valores consagrados na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS