Quarta-feira, Agosto 10, 2022
26 C
Braga
InícioBragaEmpresas do Norte apresentam serviços e produtos em Braga

Empresas do Norte apresentam serviços e produtos em Braga

© CM Braga

Cerca de meia centena de empresas do Norte do país vão apresentar os seus serviços e produtos no evento EMERN-Q Sabores e Sabores – Alta Densidade, que decorre até ao próximo domingo, em Braga.

Este evento culmina largos meses de trabalho com as empresas que decidiram candidatar-se ao projeto EMERN Q– Qualificação de Micro e Pequenos Negócios, em territórios de alta densidade. O projeto tem sido liderado pelo Instituto Empresarial do Tâmega (IET) que, em cooperação com vários parceiros como a ADER-SOUSA, ADRITEM e ADRIMAG, têm dado o acompanhamento necessário para que estas empresas e empreendedores possam alavancar os seus negócios de forma mais capaz e competitiva face às dificuldades atuais de mercado.

O evento arrancou esta Sexta-feira, dia 1 de Julho, no gnration, com um Seminário subordinado ao tema ‘Os micronegócios na era da economia digital’, cuja sessão de abertura contou com a participação de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, que aludiu à importância deste projeto na defesa da coesão territorial e na salvaguarda do desenvolvimento de territórios com menos recursos.

“Este projeto pode ser uma alavanca muito importante para fixar população e ajudar a concretizar ideias de negócio com projetos diferenciadores que podem atingir uma escala nacional e internacional. Para isso, é necessária esta capacidade de interlocução com os empreendedores, dando-lhes condições para os capacitar através de mecanismos de apoio em ligação às associações empresariais, ás estruturas de conhecimento e a redes de colaboração que são fundamentais para assegurar o sucesso de qualquer ideia de negócio”, referiu Ricardo Rio.

O Seminário, moderado por Luís Rodrigues, diretor da Startup Braga, contou com a presença da eurodeputada Isabel Estradas Carvalhais, e de vários oradores que deram a conhecer estratégias de posicionamento para enfrentar as dificuldades dos mercados atuais. Lembrando os mais de 200 de projetos da região apoiados por este projeto, Ricardo Rio destacou a capacidade empreendedora que existe no território e que deve ser vista como “um sinal claro que esta região marca a diferença a nível nacional, para lá dos grandes centros industriais exportadores”.

“Existe por todo o nosso território recursos muito diversos que têm de ser aproveitados e valorizados, adoptando um modelo de desenvolvimento com abordagens diferenciadoras para cada realidade. Depois é necessário dar continuidade aos programas de financiamento através de políticas estruturais de médio prazo, de forma a criar alicerces para que as ideias de negócio tenham mais capacidades para continuarem a alcançar o sucesso e para que possam surgir novos projetos”, defendeu Ricardo Rio.

Algumas das empresas participantes já tinham sido apoiadas no âmbito do projeto EMER-N – Empreendedorismo em Meio Rural, lançado em 2016. Agora, a aposta passou pela qualificação das empresas com apoio dado a vários níveis como marketing digital, técnicas de vendas, registo de marcas e patentes, logística e operacional, design de produto, qualificação para a gestão, gestão de recursos humanos, IED – Inovação, Experimentação e Desenvolvimento.

No fim de semana, o EMERN-Q Alto Densidade decorre na Casa dos Coimbras, com uma mostra dos projetos na qual as empresas terão a oportunidade de apresentarem os seus serviços e produtos desenvolvidos com base local.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS