Domingo, Fevereiro 25, 2024
14 C
Braga
InícioAtualidadeEixo Atlântico reuniu em Cuba para promover projetos conjuntos de cooperação

Eixo Atlântico reuniu em Cuba para promover projetos conjuntos de cooperação

© CM Braga

Ricardo Rio, presidente do Eixo Atlântico, e o secretário-geral Xoán Vázquez Mao, reuniram-se em Havana, Cuba, com autoridades cubanas e instituições europeias para promover projetos conjuntos de cooperação para o desenvolvimento, dando sequência à visita de uma delegação da Oficina do Historiador de Havana, entidade responsável pela recuperação e restauração de Havana Vieja, às cidades do Eixo Atlântico, no mês de julho.

Durante a visita oficial, o Eixo Atlântico, a convite das autoridades cubanas, assinou um protocolo de colaboração com a Oficina do Historiador para promover o intercâmbio entre as cidades do Eixo Atlântico e instituições de Havana.

A agenda de três dias incluiu reuniões com o Ministério do Comércio e Investimento Estrangeiro, a Governadora de Havana, as autoridades locais de Havana Vieja, entre outros dirigentes. A delegação visitou os projetos financiados com fundos europeus na capital cubana. A agenda incluiu reuniões com os Embaixadores de Portugal e da Delegação da União Europeia em Cuba, José Pedro Vieira e Isabel Brilhante, respetivamente, e com o coordenador geral da Agência para a Cooperação Espanhola (AECID) em Cuba.

O projeto que o Eixo Atlântico lidera há três anos na fronteira entre o Brasil e o Uruguai, e que levou à criação da primeira Agenda Urbana Transfronteiriça do Mercosul, tem sido referência na América Latina. Desta forma, países como Cuba ou Argentina propuseram associar-se ao Eixo Atlântico em projetos de cooperação para o desenvolvimento.

No caso de Cuba, com a qual existe um vínculo histórico especial para a Galiza, propõe-se um intercâmbio tanto no âmbito da contribuição para a recuperação de Havana Vieja, como no desenvolvimento e nas acções nela contidas: sustentabilidade, mobilidade, descarbonização, economia e coesão social.

De acordo com o também presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, este intercâmbio “abre ainda portas ao estreitamento de laços no domínio das indústrias criativas”, recordando o acolhimento em Braga, em julho, do Encontro Mundial da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, mas também o estreitamento dos laços comerciais com empresas de diferentes setores, procurando abrir portas para novos projetos de investimento em território cubano de empresas de toda a região de Braga.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES