Terça-feira, Maio 11, 2021
7.8 C
Braga
InícioEducaçãoEducação socioemocional vai integrar horário curricular de 500 alunos

Educação socioemocional vai integrar horário curricular de 500 alunos

DR

Cerca de 500 alunos do Agrupamento de Escolas Abel Salazar, em Matosinhos, viram integrar este ano letivo, no seu horário curricular, um programa de educação socioemocional.

Designado “Calmamente® – Aprendendo a Aprender-se”, o programa começou a ser implementado em plena pandemia (outubro de 2020) e é dinamizado pela Mente de Principiante, uma associação com intervenção no desenvolvimento pessoal desde a infância. Cofinanciado pela Fundação Calouste Gulbenkian, o projeto está a decorrer em quatro escolas, num total de 19 turmas e envolve alunos com idades compreendidas entre os 8 e os 11 anos. Esta semana, que marca o regresso das aulas ao ensino à distância, o programa irá continuar e será dinamizado em formato online.

A missão e projetos desenvolvidos têm sido reconhecidos a nível nacional, mas a maior conquista acontece com a integração do Programa “Calmamente® – Aprendendo a Aprender-se” em horário curricular em escolas públicas. O projeto de educação socioemocional foi ainda selecionado entre mais de 300 candidaturas para integrar o projeto Academias Gulbenkian do Conhecimento, contando com o apoio da Fundação no seu cofinanciamento e no acompanhamento permanente durante a sua intervenção. 

Promover a literacia emocional nos cerca de 500 alunos integrados no projeto, bem como, potenciar competências de comunicação, empatia e resolução de problemas são os grandes objetivos do Programa que envolve a participação dos alunos dos 3º, 4º e 5º anos de escolaridade do Ensino Básico das Escolas Ermida, Padre Manuel Castro, Igreja Velha e Maria Manuela de Sá, do Agrupamento de Escolas Abel Salazar, em São Mamede de Infesta, Matosinhos. 

“Motiva-nos a partilha, o equilíbrio, o conhecimento e a emoção. Este é o lema da nossa Academia Mente de Principiante. Com base neste princípio, levamos às crianças e jovens ferramentas fundamentais nos domínios do autoconhecimento, do desenvolvimento emocional e social, um trabalho educativo que encaramos de valia acrescida nesta fase difícil que todos atravessamos.”, sublinha Andreia Espain, fundadora da Associação Mente de Principiante.

Apoie o jornalismo.

A Braga TV é um canal de informação independente. Todas as notícias e conteúdos são e continuarão a ser disponibilizados gratuitamente.

Para continuar a oferecer um serviço de informação de referência na região, precisamos do apoio dos nossos leitores para continuar a desempenhar o nosso papel de informar.

Precisamos do seu contributo, caro leitor.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS