Sábado, Janeiro 29, 2022
16.1 C
Braga
InícioBragaCripta do Santuário do Sameiro em Braga tem novo sacrário

Cripta do Santuário do Sameiro em Braga tem novo sacrário

© Santuário do Sameiro

Desde 8 de dezembro, Festa da Imaculada Conceição, que a cripta do Sameiro, em Braga, está enriquecida com um novo sacrário, denominado “Sagrado Coração”, concebido pelo artista Jacques Ruela.

A peça está colocada no espaço da capela-mor, fazendo contraponto à imagem de Nossa Senhora do Sameiro. Tem de altura 2,30 metros e de largura 1,20 metros. É concebida em madeira de kambala escura, com formato retangular e rematada superiormente por um pequeno crucifixo.

“Na porta do sacrário sobressai uma custódia, com o recetáculo radiante, os vidros da radiação iluminados por luzes LED, RGB. Essas luzes escondem-se por detrás do recetáculo e podem mudar de cor conforme a solenidade ou tempo litúrgico que se celebram. A porta do sacrário apresenta ainda outras particularidades, onde emergem duas mãos abertas, generosas, em postura de entrega, concebidas em pedra moleanos. Essas mãos seguram um coração (em pedra de sal), iluminado interiormente com uma cor vermelha, dando um aspeto real a esse símbolo eloquente do amor infinito de Deus por todos nós”, explica o cónego Paulo Abreu.

A porta do sacrário tem a forma de ogiva romana, com uma escultura em baixo relevo, da autoria de Pedro César Teles, a representar um pelicano a regurgitar, dando de comer às suas crias.

“Nem de propósito: afinal, não é isso mesmo que Jesus faz por nós? – Dá-nos alimento. Melhor, oferece-se a Si mesmo em alimento, para que não nos falte o Pão do Céu, o Pão da vida, o Pão que para nós é banquete e penhor de eternidade feliz. Eis o Sacrário ‘Sagrado Coração’. Depois de o contemplarmos não mais esqueceremos: Cristo é o nosso ‘sol radioso’; tudo na Eucaristia nos fala de doação, de entrega, de ofertório; o coração recorda-nos sempre o amor infinito de Deus por nós; o pelicano evoca sempre o alimento que Deus nos dá, melhor dito, o Deus que se nos oferece em alimento, para poder estar dentro de nós e ser nosso companheiro de viagem”, acrescenta o cónego.

Paulo Abreu deixa um agradecimento “ao mesário Fernando Araújo, que custeou o investimento, uma palavra de viva gratidão; aos artistas – Jacques Ruela e Pedro César Teles – a expressão do maior apreço; a todos quantos visitam e rezam na cripta, que a comunhão com Deus seja portadora das maiores bênçãos e graças do Céu, donde também recebemos auxílio da Mãe, a Senhora do Sameiro”.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS