Domingo, Maio 28, 2023
16.2 C
Braga
spot_img
InícioRegiãoVila Nova de FamalicãoConhecer Famalicão à boleia das “Personagens de ao Pé da Porta” de...

Conhecer Famalicão à boleia das “Personagens de ao Pé da Porta” de Camilo Castelo Branco

© CM Famalicão

Passados 198 anos desde o seu nascimento, Camilo Castelo Branco volta a usar da palavra para conduzir os leitores pelas paisagens do Norte de Portugal, mais particularmente, de Vila Nova de Famalicão.

Através de “Personagens de ao Pé da Porta: Biografias Enoveladas”, o leitor embarca numa viagem pelo território famalicense à boleia do romancista de Seide e das sete biografias ficcionadas da sua autoria que compõem a coleção lançada na passada quinta-feira, 16 de março.

São elas “Beatriz de Marialva”, “Maria Moisés”, “O Cego de Landim”, “A Morgada de Romariz”, “O Africano”, “O Epidauro de Gondifelos” e “O Comendador”.

Publicações que resultam “de várias experiências vividas pelo romancista” e que, de acordo com o coordenador-científico da Casa de Camilo, José Manuel de Oliveira, mostram como o escritor era mestre em transformar a vida real em ficção. “O aproveitamento destas figuras que lhe chegaram à mesa de trabalho são um património único em Portugal de um escritor que se dedica a um território onde esteve cerca de 26 anos e que consegue, com mestria, transformar a vida em arte”, revelou.

O responsável pela Casa de Camilo fala num conjunto de publicações “que juntam o património, a gastronomia e toda uma série de pormenores que transformam estas biografias numa verdadeira riqueza e num produto único ao nível do turismo literário”.

“Camilo nunca esteve tão saudável e recomendável como agora. Não conheço em Portugal nenhum outro escritor que tenha dedicado tantas páginas da sua obra a um território tão vasto como é o norte português e que depois tenha conseguido, no mesmo local onde viveu, contar uma série de histórias e dar ao turista a possibilidade de visitar o património e entrar em contacto com essa memória”, acrescentou.

Refira-se que a apresentação da mais recente obra da ficção camiliana decorreu na Quinta das Pirâmides, alojamento de turismo rural na freguesia de Telhado inspirado na vida e obra camilianas.

O momento contou com a presença do vereador da Cultura, Pedro Oliveira, que falou na importância de continuar a valorizar Camilo e lembrou “o trabalho evidente” que a Câmara de Famalicão tem efetuado nesse sentido. O autarca apontou ainda esta nova coleção como “mais um excelente contributo para a promoção do turismo literário” em torno de Camilo e do concelho famalicense.

Recorde-se que o romancista nasceu a 16 de março de 1825, em Lisboa. Residiu na casa de Seide, em Vila Nova de Famalicão, durante 26 anos. Aqui chegou por amor, aqui escreveu, viveu com a família e aqui pôs termo à vida. Considerada a mais emblemática memória viva do maior escritor do romantismo português, a Casa de São Miguel de Seide ganhou um significado histórico de fundamental importância para o conhecimento profundo de todas as temáticas camilianas. Este ano, assinala-se o primeiro centenário de abertura ao público.

MAIS NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES