Domingo, Junho 23, 2024
31.7 C
Braga
BragaConferência Anual do Plano Nacional de Leitura debate Literacia Mediática em Braga

Conferência Anual do Plano Nacional de Leitura debate Literacia Mediática em Braga

© CM Braga

A realização do Festival Literário Utopia, em Braga, foi o pretexto para a realização da Conferência Anual do Plano Nacional de Leitura trazer até à cidade a temática “Finalidades da Leitura, Literacia Mediática”, com um programa repleto de convidados, especialistas na área da comunicação e da literacia.

O evento que, pela primeira vez, se realiza em dois dias e em dois locais diferentes do país, Lisboa e Braga, decorre esta quinta-feira, no Theatro Circo, abordando os conhecimentos essenciais para a interpretação do que se lê, problematizando a forma como se distingue factos de opiniões.

Na abertura da conferência, Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, salientou a importância da descentralização do evento, que “pela primeira vez se estendeu para fora de Lisboa e veio até à cidade de Braga”, o que é um “testemunho do compromisso nacional que temos com a leitura”.

A Conferência do PNL insere-se “num contexto muito especial, que é o nascimento de um importante e ambicioso Festival Literário, o Utopia”, explicou Ricardo Rio, afirmando que “o Utopia é o reiterar de um compromisso que a cidade de Braga, através dos seus múltiplos agentes, tem tido com o estímulo da leitura, do livro e da valorização dos autores”.

“Braga tem um histórico vastíssimo de ligação à leitura, não só pela realização da Feira do Livro, durante décadas, mas também pela parceria com a Associação Portuguesa de Escritores, na atribuição de vários prémios literários, pelo trabalho desenvolvido pelos vários agentes da sociedade civil e pelo reconhecimento das nossas bibliotecas na abordagem inovadora e criativa que fazem da leitura”, sustentou o autarca.

Neste âmbito, Ricardo Rio felicitou a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva pelo Prémio Ler+ 2023, na categoria Sociedade Civil, com o projeto “Braga a Ler+: Rede de Bibliotecas de Braga”.

Também a Comissária do Plano Nacional de Leitura, Regina Duarte, deu os parabéns à Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva pelo reconhecimento atribuído, no inicio desta semana, em Lisboa. A responsável salientou que “na primeira vez que o PNL descentraliza a realização da sua Conferência Anual, fá-lo em Braga, o que é representativo do trabalho desenvolvido na cidade em prol da leitura”. Regina Duarte afirmou que “Braga é uma Cidade Leitora”.

A Literacia Mediática vai estar na ordem do dia, sendo que durante a manhã, Martim Puchner, apresentou a “Importância das Narrativas”, Carlos Coelho, falou sobre “Ler imagens”, e José Pedro Serra abordou “O essencial sobre retórica”.

A tarde conta com uma entrevista coletiva com a participação de três alunos do Agrupamento de Escolas Carlos Amarante que questionam jornalistas sobre práticas, acesso e metodologias, numa sessão intitulada “Como se faz jornalismo”. Estão presentes Sofia Branco (Lusa); Ricardo Esteves Ribeiro (Fumaça), Carlos Daniel (RTP) e Paula Borges (RTP África).

Segue-se a sessão participada de “Factos vs Opiniões”, com Paulo Pena (fact cheking); Nuno André Ferreira (fotojornalismo); David Pontes (decisões editoriais) e moderação de Carlos Daniel.

O encerramento da iniciativa está a cargo do ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES