Sexta-feira, Fevereiro 26, 2021
15 C
Braga
Início Atualidade Cláudia Simões preside à Escola de Economia e Gestão da Universidade do...

Cláudia Simões preside à Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho

Cláudia Simões

A professora catedrática Cláudia Simões toma posse esta quarta-feira, dia 9 de dezembro, como presidente da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho (EEG).

A cerimónia conta com o reitor Rui Vieira de Castro e decorre às 15h00, no auditório 0.01 da EEG, no campus de Gualtar, em Braga. Para o triénio 2020/23, Cláudia Simões vai ter como vice-presidentes as professoras Maria do Céu Pinto Arena, Maria Filomena Pregueiro Antunes Brás e Beatriz Graça Luz Casais.

Cláudia Simões é doutorada em Estudos Industriais e Empresariais pela Universidade de Warwick no Reino Unido. Atualmente é Professora Catedrática do Departamento de Gestão da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho na área disciplinar de Marketing e Estratégia e Investigadora do Núcleo de Investigação em Políticas Económicas e Empresariais (NIPE) da EEG. Encontra-se envolvida em trabalhos de investigação com pesquisadores de diversos países, tais como, Reino Unido, EUA, Itália, Dinamarca e Brasil. Foi investigadora visitante na Scheller College of Management (Georgia Institute of Technology) e na Loyola Marymount University nos EUA; na Open University Business School, Warwick Business School e Henley Business School no Reino Unido e na Universidade de Melbourne na Austrália. Colaborou em trabalhos ao nível empresarial envolvendo instituições como AICEP Portugal Global, Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular e a Associação Comercial de Braga. É Associate Editor do European Journal of Marketing.

Desde a sua fundação, em 1982, a Escola de Economia e Gestão da UMinho é uma unidade orgânica de ensino, investigação e interação com a sociedade no âmbito da Economia, Gestão, Administração Pública, Ciência Política e Relações Internacionais. A EEG afirma-se como: Escola “Erudita”, que produz e divulga o conhecimento científico ao mais alto nível; “Cosmopolita”, pela multiplicidade e riqueza da sua oferta formativa; e “Pró-Ativa”, pela capacidade de se projetar para o futuro, formando quadros especialistas que marcam fortemente a diferença no económico e social envolvente.

A EEG possui 3 departamentos (Ciência Política, Economia e Gestão) e 2 centros de investigação, servidos por 87 docentes de carreira, 132 investigadores e 23 trabalhadores não docentes. No ano letivo 2020/2021 tem 2.775 estudantes, distribuídos por 8 licenciaturas, 14 mestrados e 5 programas doutorais. O site oficial é www.eeg.uminho.pt.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS