Domingo, Maio 29, 2022
20 C
Braga
InícioRegiãoPóvoa de LanhosoCIM do Ave reuniu na Póvoa de Lanhoso

CIM do Ave reuniu na Póvoa de Lanhoso

© CM Póvoa de Lanhoso

A Póvoa de Lanhoso recebeu, pela primeira, vez uma reunião descentralizada do Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Ave (CIM do Ave).

Nesta reunião, que decorreu esta quarta-feira, nos Paços do Concelho, participaram os presidentes dos oito Municípios que fazem parte deste órgão, designadamente os presidentes da Câmara Municipal de Guimarães (que é também presidente do Conselho Intermunicipal da CIM do Ave), Vizela, Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto, Fafe, Mondim de Basto, Vila Nova de Famalicão e Póvoa de Lanhoso. Da ordem de trabalhos desta reunião faziam parte três pontos que foram aprovados por unanimidade.

O presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Frederico Castro, agradeceu a todos os presidentes a presença e referiu que os municípios se devem orientar pela linha estratégica e orientadora da CIM do Ave, mas ao mesmo tempo, fazer-se notar pelo que têm de único e diferenciador, no caso da Póvoa de Lanhoso “estamos apostados em realçar o que temos de mais valioso, a Filigrana, o Castelo de Lanhoso, a História da Maria da Fonte que é única”.

No final da reunião, Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães e Presidente do Conselho Intermunicipal da CIM do Ave, referiu que esta reunião foi a segunda reunião descentralizada que se realizou no âmbito da CIM.

Acrescentou que “estão a ser trabalhados projetos da CIM do Ave e todos os Municípios têm recursos endógenos potenciais para o futuro que os distinguem excecionalmente. É esse trabalho, que nestas reuniões descentralizadas, queremos aprofundar. Com políticas públicas comuns da sub-região do Ave e tendo em conta o conhecimento cada vez maior no terreno e nomeadamente daqui da Póvoa de Lanhoso, nós podemos potenciar candidaturas em diversas áreas, como a economia, turismo, cultura, educação, etc. Somos oito concelhos e sabemos que o crescimento de um é parte da soma do crescimento de todos. Temos que conseguir políticas bem articuladas que façam crescer todos e assim estaremos a promover uma sub-região com um potencial excecional. E a Póvoa de Lanhoso é um exemplo disso com os seus recursos endógenos, mas queria essencialmente valorizar aqui, hoje, o seu valor histórico, e das suas gentes, que através da Maria da Fonte nos inspira a todos a vencer os desafios de hoje”.

E um dos grandes desafios é a ajuda na resolução da situação dos refugiados ucranianos, acrescenta o edil de Guimarães, dizendo que “estamos a trabalhar, para que, num cenário que se possa tornar ainda mais difícil, possamos acolher de braços abertos refugiados, mas de uma forma integrada, garantindo que crianças e jovens vão à escola, que os adultos possam encontrar postos de trabalho. Apesar de haver muitos voluntários, cabe depois à CIM do Ave coordenar todos estes esforços, conferindo-lhe um caráter institucional, de modo a que sejam integrados com os organismos do Estados, garantindo que toda esta operação seja executada com profissionalismo e rigor, perdurando harmoniosamente através do tempo”.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS