Sábado, Julho 24, 2021
20.6 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesCensos 2021. Cartas com códigos começaram a ser distribuídos em Guimarães.

Censos 2021. Cartas com códigos começaram a ser distribuídos em Guimarães.

CM Guimarães

As cartas com códigos para a população portuguesa responder aos questionários do Censos 2021 pela internet começaram esta segunda-feira a serem distribuídos em Guimarães, assim como em todo o país.

Durante as próximas duas semanas, 117 recenseadores, devidamente identificados com um colete e um cartão do INE, vão percorrer o concelho de Guimarães, distribuindo cartas em todos os alojamentos.

As cartas, que começaram já a ser colocadas nas caixas de correio pelos recenseadores, contêm códigos intransmissíveis e toda a informação necessária para a resposta à edição deste ano dos Censos, adaptada ao tempo de pandemia, em que o recenseamento tem de ser feito de modo digital.

As respostas através da internet só poderão ser efetuadas entre 19 de abril e 3 de maio, abrindo-se nessa altura as cartas e os códigos que, entretanto, receberam nas caixas de correio. Os cidadãos terão de aceder ao endereço eletrónico (censos2021.ine.pt) e responder a cerca de 30 perguntas.

A resposta aos Censos 2021 pela internet permite uma abordagem fácil, segura e rápida para os cidadãos. No atual contexto epidemiológico, este modo de recolha de dados reveste-se da maior relevância, tendo em conta que minimiza o número de contactos entre recenseadores e população.

O INE disponibiliza também meios alternativos, como é o caso de uma linha de apoio (210 542 021), que permitirá ajudar a população mais idosa ou quem tiver mais dificuldade no acesso à internet. As respostas poderão também ser dadas nos “E-Balcões” das Juntas de Freguesia, também a partir do dia 19 de abril, cumprindo protocolos de segurança em saúde pública.

Apoie a Braga TV

O apoio dos nossos leitores é fundamental para garantir que a Braga TV continue a ser um canal de informação de referência na região.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS