Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024
9.5 C
Braga
InícioRegiãoVila Nova de FamalicãoCâmara Municipal de Famalicão apresenta orçamento de 163 milhões para 2024

Câmara Municipal de Famalicão apresenta orçamento de 163 milhões para 2024

© CM Famalicão

A Câmara Municipal de Famalicão apresentou um orçamento de 163 milhões para o ano de 2024, com impactos na Habitação, Educação, Saúde, Desporto, Ambiente e Transportes.

As “Grandes Opções do Plano e Orçamento” para o próximo ano vão ser sujeitas à votação do coletivo autárquico famalicense na próxima segunda-feira, na Reunião de Câmara Extraordinária, marcada para as 09:00.

O presidente da autarquia, Mário Passos, acredita que com esta proposta de orçamento, Famalicão renova a sua “ambição em termos de ação” e o seu “compromisso em termos de disciplina financeira e económica”.

A Habitação, que foi já apontada pelo edil como “um principais desafios para os próximos anos”, está entre as áreas mais evidenciadas na proposta do orçamento municipal famalicense para 2024. O próximo ano ficará marcado pela implementação no terreno dos primeiros resultados das várias medidas já adotadas pela autarquia no âmbito da Estratégia Local de Habitação. “Falamos do início da construção das novas habitações contratualizadas ao abrigo das Ofertas Públicas de Aquisição lançadas pelas Câmara Municipal, da entrega das primeiras habitações adquiridas e reabilitadas pela autarquia, da constituição de uma bolsa de terrenos municipais para a disponibilização de lotes para autoconstrução a preços mais reduzidos, da promoção do programa municipal de arrendamento acessível ‘Viver Famalicão’, do arranque da construção da Residência de Estudantes no centro urbano, entre outras medidas”, explica a Câmara Municipal.

No ano em que ostentará a distinção de Região Empreendedora Europeia, a autarquia de Famalicão “dará também início a um conjunto de grandes obras fundamentais para a promoção da qualidade de vida dos famalicenses, com melhorias significativas no que toca ao estacionamento na cidade, com a construção do novo parque junto ao Hospital de Famalicão, com o arranque do processo de construção de um silo-auto para a criação de um interface rodoferroviário junto à Estação Ferroviária e de um novo parque de estacionamento junto à Unidade de Saúde Urbana”.

Na Educação, o destaque vai para o arranque da construção das novas Escolas Básicas de Brufe e Arnoso Santa Eulália e para a continuação da renovação e ampliação do parque escolar municipal com intervenções em vários equipamentos e estabelecimentos de ensino.

Na Saúde, irá arrancar a construção de duas novas Unidades de Saúde Familiar, em Joane e São Miguel-o-Anjo, assim como os processos para a reabilitação da Unidade de Saúde Urbana e para a construção dos novos Centros de Saúde de Nine, Ruivães e Lousado. No Desporto, será construído o novo Skate Parque de Sinçães e irá arrancar o processo para a beneficiação e ampliação das Piscinas Municipais de Famalicão.

O próximo ano ficará também marcado pela conclusão da rede de abastecimento de água no concelho de Famalicão e para a melhoria da rede viária, nomeadamente na recuperação das Estradas Municipais mais degradadas, como é o caso da EM572 que liga Ribeirão à freguesia do Louro e da EM574 que liga Oliveira São Mateus a Pedome.

Na área dos Transportes arrancará a operacionalização da MobiAve, rede que, segundo a autarquia, “trará uma nova realidade ao nível do transporte rodoviário urbano para Famalicão”.

Na nota de abertura do relatório, Mário Passos reafirma a sua convicção de que “o ano de 2024 representará mais um salto qualitativo no progresso e desenvolvimento de Vila Nova de Famalicão”, considerando ser uma “planificação bem estruturada e numa gestão da maior responsabilidade, predicados bem patentes neste Plano e Orçamento que aponta para um saldo corrente de mais de três milhões de euros, confirmando assim o equilíbrio orçamental do município”.

“A gestão autárquica exige um exercício sério e responsável e tem sido essa postura que, em tempos de elevada incerteza como o que vivemos, nos tem dado bases sólidas para que possamos fazer frente às várias adversidades e garantir que em Famalicão ninguém fica para trás. É assim que temos construído Famalicão e é assim que continuará a ser”, finalizou o Município.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES