Sexta-feira, Maio 27, 2022
18.6 C
Braga
InícioBragaBraga uniu-se em concerto solidário para ajudar refugiados da Ucrânia

Braga uniu-se em concerto solidário para ajudar refugiados da Ucrânia

© CM Braga

O Município de Braga e o Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, em parceria com a Delegação da Cruz Vermelha de Braga, a Cáritas Arquidiocesana e o Virar a Página, realizaram o concerto solidário Ecos da Paz. O momento artístico e solidário, decorreu ontem na Igreja de São Paulo e teve como principal objetivo a angariação de donativos para apoiar as famílias ucranianas que, devido ao conflito na Ucrânia, estão a residir em Braga.

O valor angariado será agora distribuído de forma equitativa pelas três instituições parceiras do Município no acolhimento de cidadãos ucranianos refugiados (Cruz Vermelha, Cáritas e VAP).

Todos os anos o Conservatório de Música faz as audições de final de ano letivo e, dada a conjuntura atual, a direcção do Conservatório tomou a decisão de transformar o momento de audições num concerto solidário.

Para a vereadora da Inovação e Coesão Social da Câmara Municipal de Braga, para além de um concerto solidário, este foi também um momento de fortalecimento das parcerias desencadeadas para fazer face a esta crise humanitária que é de todos nós. “A Arquidiocese de Braga, a Cruz Vermelha, o Virar a Página e a Cáritas Arquidiocesana têm sido fundamentais na gestão da estrutura de acolhimento instalada no Hotel João Paulo II. Tantos outros parceiros foram e continuarão a ser imprescindíveis nesta missão humanitária que Braga desencadeou desde a primeira hora. Iniciativas deste âmbito honram o Município na medida em que são demonstrativas da generosidade da comunidade em momentos de maior crise. O Conservatório Calouste Gulbenkian aliou a educação e a criatividade artística à coesão social de uma forma simples, desprendida e merecedora de louvor. Braga é cidade de ‘Porta Aberta’ e os bracarenses são gente de ‘coração aberto’. Nesta noite solidária comprovou-se que estamos todos juntos no combate à desumanização, ao terror e à guerra. O que vivemos e sentimos na Igreja de São Paulo é prova de que a sociedade bracarense está comprometida com a solidariedade”, disse Carla Sepúlveda.

O concerto foi constituído por dois momentos distintos. A primeira parte contou com a participação dos coros dos alunos do 9º ano e Secundário, acompanhados pela Orquestra Sinfónica de alunos do 7º e 8º anos. A segunda parte ficou a cargo do coro de alunos do 5º e 6º anos do Integrado e Supletivo, coro de alunos do 7º ano Articulado de Mosteiro e Cávado e coro de alunos do Secundário. Foram acompanhados pela Orquestra de Sopros do 9º ano e Secundário.

A entrada teve o valor de 3 euros para adulto e 2 euros para criança. Assistiram ao concerto cerca de 500 pessoas e o valor reverteu a favor dos cidadãos ucranianos deslocados que se fixaram no concelho de Braga.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS