Segunda-feira, Janeiro 30, 2023
8.5 C
Braga
InícioBragaBraga: Projeto Escola Ciência Viva desperta interesse das crianças pela ciência e investigação

Braga: Projeto Escola Ciência Viva desperta interesse das crianças pela ciência e investigação

© CM Braga

Teve hoje início a Escola Ciência Viva, novo projeto do Centro Ciência Viva de Braga, denominado Planetário – Casa da Ciência de Braga.

A Escola Ciência Viva tem como objetivo a introdução dos alunos do 4º ano do 1º ciclo do Ensino Básico às ciências e às diversas vertentes do método científico, sendo realizada em parceria com a Escola de Ciências da Universidade do Minho (ECUM), o Município de Braga e diversos Agrupamentos de Escolas do Concelho de Braga.

Estes alunos usufruem da oportunidade de viver uma semana diferente no CCVB. Ao longo de cinco dias, realizam diversas atividades como imprimir em 3D, programar e controlar pequenos robots, criar mecanismos, explorar o mundo natural visível e invisível, compreender a natureza e reconhecer a importância da sustentabilidade, explorar o espaço e realizar experiências num laboratório.

Carla Sepúlveda, vereadora da educação do Município de Braga, acompanhou o início das atividades deste projeto acompanhada de João Vieira, diretor do CCVB. “É de extrema importância que os alunos possam ter um ensino diferenciado e experienciar outras realidades, para além da que existe nas suas escolas, que completem a sua formação. Estou certa de que esta experiência enriquecedora fará com que desperte nestas crianças o interesse pela ciência e investigação”, afirmou

A ECUM assegura a sessão “Conversar com um Cientista”, um momento especial em que os alunos terão a possibilidade de conhecer mais de perto o trabalho de um cientista, permitindo despertar a curiosidade das crianças e motivá-las para seguir para carreiras nestas áreas.

Este projeto foi aprovado no âmbito do Programa Impulso Jovem STEAM, inserido no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). O CCVB recebeu o ano transato mais de 24 mil pessoas, ultrapassando os 100 mil visitantes em seis anos de existência. Está previsto o alargamento das instalações em Gualtar, com a criação de uma sala dedicada a este projeto específico, de áreas expositivas interativas e áreas para novas atividades de Ciência e Tecnologia.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS