Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024
9.5 C
Braga
InícioBragaBraga plantou 42.497 árvores árvores no concelho desde 2013

Braga plantou 42.497 árvores árvores no concelho desde 2013

© CM Braga

O Município começou, no ano de 2013, um plano de arborização da cidade de Braga com áreas verdes.

No decurso desse processo, surgiu um pano de criação de “pulmões verdes” em vários locais, como é o caso na Rua de S. Martinho, na União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, Rua Vitor de Sá, na União de Freguesias de Nogueira, Fraião e Lamaçães, junto ao Parque da Rodovia, em São Victor e em Frossos, na margem do rio Torto.

Até ao momento foram plantadas 8.825 árvores, envolvendo mais de 19.000 voluntários. Foram ainda doadas 6.772 árvores a associações, instituições, Juntas de Freguesia escolas, e ainda 26.900 árvores usadas na reabilitação e estabilização de emergência pós-incêndios, num total de 42.497 árvores.

Com o surgimento do método “Miyawaki” desenvolvido pelo botânico Akira Miyawaki, surgiram então as microflorestas urbanas, a que o município aderiu e deu seguimento ao projeto inicial, referente aos “pulmões verdes”, através deste novo modelo.

Em novembro do ano passado procedeu à plantação de microflorestas urbanas. Estas microflorestas, devido à sua elevada densidade (trinta vezes mais densas que a média das florestas convencionais), conseguem um crescimento dez vezes mais rápido e possuem uma capacidade de atração da biodiversidade, 20 vezes maior. “São autosustentáveis e autênticos micropulmões urbanos, contribuindo para a redução de ilhas de calor, melhoraram a qualidade do ar, reduzindo o nível de ruído e aumentando a biodiversidade local”, refere a autarquia.

Nesse sentido, e envolvendo as escolas de proximidade, o Município criou vínculos dos alunos com os espaços envolventes, bem como chamar a atenção para a questão da adaptação e mitigação das alterações climáticas e preservação da biodiversidade.

Desde novembro passado, aquando da adesão ao projeto das microflorestas, até hoje, foram envolvidos 323 alunos das escolas EB2,3 de Real, Escola Profissional Profitecla, EB1 de Nogueira e EB2,3 de Nogueira que plantaram 600 árvores, das 1.100, cedidas pela ANEFA – Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente, em parceria com a ONG internacional “Tree Nation”.

Estas árvores foram plantadas na Rua de S. Martinho, Avenida António Macedo e Avenida de São Martinho (Picoto). As restantes 500 serão plantadas no alargamento da Mata do Bom Jesus, que é Património da Humanidade desde 2019.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES