Quinta-feira, Maio 26, 2022
30.6 C
Braga
InícioBragaBraga lança projeto inclusivo nas escolas do concelho

Braga lança projeto inclusivo nas escolas do concelho

© CM Braga

O Município de Braga, em parceria com a Cooperativa de Ensino Artístico-CEA, está a desenvolver, no presente ano letivo, o projeto “CAPACIT’ARTE- Pontes para a Inclusão”. Trata-se de uma iniciativa que é executada pela primeira vez e abrange, numa fase inicial, seis agrupamentos de escolas do concelho de Braga, destinando-se a crianças e jovens entre os 3 e 18 anos num total de cerca 100 alunos.

O “CAPACIT’ARTE” visa promover iniciativas potenciadoras de inclusão social e assentes no pressuposto de que as artes, na sua simplicidade e transversalidade, não diferenciam especificidades, permitindo, assim, um trabalho baseado na integração e diversidade.

Durante uma visita à EB 2,3 Frei Caetano Brandão, a vereadora da Educação da Câmara Municipal de Braga, Carla Sepúlveda, lembrou que na sociedade “todos somos agentes de inclusão” e destacou a importância da implementação de projetos desta natureza nas escolas do concelho.  “Acredito que a postura inclusiva se percebe e entende através da educação para o respeito pela diferença e diversidade. Neste prisma, a educação para a aceitação da diferença tem de estar enraizada nas nossas escolas e é através de projetos como o ‘CAPACIT’ARTE’ que podemos ‘expulsar’ estereótipos, praticar verdadeiramente uma inclusão facilitadora de integração”, explicou.

Com o investimento em projetos inclusivos pretende-se fundamentalmente que nas escolas do concelho continuem a ser concebidos, produzidos e regulados recursos, meios e estratégias capazes de corresponder à diversidade de todos os alunos – independentemente das suas necessidades educativas ou condições sociais, económicas, culturais, étnicas ou raciais. Toda a comunidade educativa é basilar na construção de “pontes para a inclusão”. “Pontes” que se concebem a partir de um ambiente escolar propício e potenciador de inclusão.

“Estou certa de que as ‘pontes’ que incluem e integram, constituem um fator nuclear na estruturação do plano conceptual e elementar de um modelo de escola inclusiva, que queremos que respeite a cultura organizacional e pedagógica da comunidade escolar. É a partir da sinergia de esforços entre as comunidades educativa e associativa que se promove e cria condições propícias a uma maior e melhor inclusão social e educativa”, concluiu Carla Sepúlveda.

Este é um projeto que se constitui como um recurso adicional para os alunos que dispõem dos Centros de Apoio à Aprendizagem – CAA e que têm como principal objetivo proporcionar aos alunos experiências e vivências associadas à música, ao teatro, expressão dramática e artes plásticas.

A estratégia da ação deste novo projeto engloba três dimensões: EU sou EU! – linha de ação essencialmente terapêutica e que visa contribuir para a promoção da qualidade de vida e do bem-estar físico e emocional; Eu sou Espetador! – participação em espetáculos variados; Eu sou artista! – brincar e experimentar.

Todas as atividades são dinamizadas por profissionais com experiência adaptada à área de atuação (professores, terapeutas, artistas e um coordenador técnico).

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS