Quarta-feira, Maio 25, 2022
16.8 C
Braga
InícioBragaBraga é palco do 3.º Congresso Ibero-americano de Biotecnologia

Braga é palco do 3.º Congresso Ibero-americano de Biotecnologia

© CM Braga

Durante três dias, Braga recebe o 3.º Congresso Ibero-americano de Biotecnologia. O “BIO.IBEROAMÉRICA 2022” reúne, no Altice Forum Braga, cientistas, empreendedores, indústria e clínicos, que desenvolvem a sua investigação e o seu trabalho na área da Biotecnologia.

A sessão de abertura decorreu esta quinta-feira e contou com a presença de Ricardo Rio, que lembrou que a Biotecnologia é “uma das mais importantes chaves” para responder aos desafios atuais e futuros da sociedade. Para o autarca, a realização deste congresso em Braga deve-se “sobretudo à capacidade científica instalada na cidade” que, quer no INL – Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, quer na Universidade do Minho, têm desenvolvido um trabalho muito relevante com impacto na sociedade, através da transposição efetiva para o tecido empresarial do conhecimento cientifico que vai sendo produzido neste setor.

“Braga olha com muita expectativa para este setor da biotecnologia. A nível municipal, uma temos a Startup Braga que, além das tecnologias de informação, da nanotecnologia e das ciências da saúde, tem na Biotecnologia uma das áreas estratégicas de sua atuação. Por isso, estamos muito receptivos a novos projetos e novas ideias de negócio para este setor”, começou por referir Ricardo Rio.

Lembrando que Biotecnologia é um setor em contínuo crescimento e que possui grande impacto no desenvolvimento do mundo sustentável, o presidente da Câmara Municipal garantiu que Braga “está particularmente comprometida com o desenvolvimento sustentável” e disponível para ser “um verdadeiro laboratório vivo para novas experiências, novos conceitos e novos serviços que possam ser desenvolvidos na área da biotecnologia”.

Este congresso, que nas edições anteriores foi realizado em Salamanca e em Brasília, apresenta-se como uma oportunidade para as sociedades de Biotecnologia do espaço ibero-americano em aprofundar as áreas de desenvolvimento no setor.

“Ao longo dos últimos anos, Braga colocou-se como uma referência internacional, assumindo-se como uma verdadeira Capital da Inovação em vários domínios de atividade e esse reconhecimento deve-se também ao percurso muito importante de todos os que cá trabalham nesta área da Biotecnologia”, concluiu Ricardo Rio.

O Congresso será preenchido com apresentações, debates, workshops e diversas acções paralelas de forma a reforçar a colaboração entre os investigadores e todos os agentes económicos e sociais que desenvolvem a sua atividade em Biotecnologia em Portugal, em Espanha e na América Latina.

A sessão de abertura contou ainda com a participação de Lars Montelius, diretor do INL – Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, Lorenzo Pastrana, responsável pelo gabinete de Investigação, Tecnologia e Inovação do INL, e de José Teixeira, presidente da Sociedade Portuguesa de Biotecnologia.

O “BIO.IBEROAMÉRICA 2022” vai abordar temas que abrangem as diferentes áreas da Biomedicina e Biomateriais, Biotecnologia Agrícola, Marinha, Alimentar, Ambiental e Industrial (Bioenergia e Biorremediação), Biotecnologia Molecular, Biologia de Sistemas e Engenharia Metabólica, Birreactores, Biocatálise, Processos de Separação e Biossensores, Biotecnologia Quântica, Nano biotecnologia, bioinformática, Ética e Sociedade.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS