Braga com trânsito encerrado na Rua D. Gonçalo Pereira até ao final do verão
Segunda-feira , Setembro 21 2020 Periodicidade Diária nº 2581
Principal / Notícias / Braga com trânsito encerrado na Rua D. Gonçalo Pereira até ao final do verão

Braga com trânsito encerrado na Rua D. Gonçalo Pereira até ao final do verão

Rua D. Gonçalo Pereira

O Município de Braga vai encerrar ao trânsito a Rua D. Gonçalo Pereira até ao final do verão. Esta medida, que entra em vigor na sexta-feira, 24 de julho, surge no âmbito do “Braga de Porta Aberta”, que permite o alargamento temporário do espaço público destinado às esplanadas e aos peões.

De acordo com a Câmara Municipal, a medida vem responder aos anseios dos comerciantes e moradores daquela artéria do centro histórico da cidade. “Com a proibição de trânsito automóvel na Rua D. Gonçalo Pereira vamos alargar a área pedonal, promovendo uma convivência social mais segura”, explica João Rodrigues, vereador da Gestão e Conservação do Espaço Público.

O programa “Braga de Porta Aberta” tem como objetivo apoiar os setores da restauração e do comércio tradicional e minimizar os impactos sofridos devido à pandemia de Covid-19. “Este é um regime de exceção e temporário que vigorará para a instalação ou extensão de esplanadas abertas em espaço público em toda a área geográfica do Município, para o ano 2020, visando a compensação pela perda de capacidade de lotação no interior dos estabelecimentos”, acrescenta o vereador.

Além da proibição de circulação automóvel, na Rua D. Gonçalo Pereira está prevista a colocação de luzes, de floreiras e de bancos de jardim “para tornar mais confortável e harmoniosa a vivência da mesma”. Para João Rodrigues, o espaço público deve ser “um local de convívio social por excelência”. “A verdade é que durante muitos anos o entendimento foi o contrário. Contudo, temos vindo a procurar devolver o espaço público ao cidadão. Nesta altura difícil, temos procurado apoiar ao máximo o comércio bracarense, nomeadamente com a isenção de taxas de ocupação de espaço público, a devolução de taxas já pagas e o alargamento extraordinário das esplanadas”, conclui João Rodrigues.

Em tempos de crise, o apoio dos nossos leitores é fundamental para garantir que a Braga TV continue a ser um canal de informação de referência na região. Apoie aqui.