Bombeiros Voluntários de Braga não vão receber subsídio de risco do Estado
Domingo , Outubro 25 2020 Periodicidade Diária nº 2615
Principal / Braga / Bombeiros Voluntários de Braga não vão receber subsídio de risco do Estado

Bombeiros Voluntários de Braga não vão receber subsídio de risco do Estado

Bombeiros Voluntários de Braga

Os Bombeiros Voluntários de Braga não foram incluídos para a atribuição dos subsídios extraordinários de risco face à Covid-19.

O subsídio vai abranger os trabalhadores que estão na linha da frente, mas exclui os  Bombeiros Voluntários de Braga por não fazerem parte dos funcionários do Estado.

Pedro Ribeiro, Comandante dos Bombeiros Voluntários de Braga, disse que era de sua intenção que a Corporação fosse incluída nesta atribuição do subsídio, uma vez que os bombeiros também se encontram na linha da frente. “Gostaríamos que a nossa Corporação fosse incluída na atribuição do subsídio extraordinário de risco pelo Estado, uma vez que estamos na linha da frente e já transportámos muitos doentes com casos confirmados de Covid-19. Se houver um caso confirmado de um elemento da nossa Corporação, temos de ser logo todos testados”, informou Pedro Ribeiro.

O Comandante compreende que este subsídio extraordinário só seja distribuído pelas entidades públicas, mas salienta que os Bombeiros Voluntários estão ao serviço da população ao logo de todo o ano. “Compreendo que o Estado irá atribuir os subsídios aos Bombeiros Sapadores, funcionários do INEM, entre outros, mas nós servimos a população 24h por dia e 365 dias por ano, sem fechar portas”, realçou.

Apesar do concelho de Braga registar cerca de 190 mil habitantes, Pedro Ribeiro quer ter mais sócios para ajudar a Corporação. “Temos 2 mil sócios num universo de cerca de 190 mil habitantes. Os nossos colegas das corporações vizinhas atingem os 24 mil sócios. Muitas pessoas dão a desculpa que já existem os Bombeiros Sapadores, mas estes só fazem as emergências, enquanto os Bombeiros Voluntários fazem transportes. Uma quota anual custa 12 euros, apenas 1 euro por mês. Perdemos muitos sócios porque Braga não está dividida como, por exemplo, Barcelos que está separado em três corporações, a de Barcelos, Barcelinhos e Viatodos”, explicou.

Para ajudar os Bombeiros Voluntários de Braga, poderá fazê-lo aqui.