Segunda-feira, Abril 15, 2024
17.6 C
Braga
BragaBoas práticas de Braga reconhecidas na Coreia do Sul

Boas práticas de Braga reconhecidas na Coreia do Sul

© CM Braga

O International City Partnerships: Acting for Green and Inclusive Recovery, projeto da União Europeia gerido pela Direção-Geral da Política Regional e Urbana da Comissão Europeia, promoveu, no início deste mês, a conferência final do projeto, na cidade de Incheon, Coreia do Sul. Com a participação de 12 cidades europeias e asiáticas, incluindo Braga, o evento explorou o resultado das parcerias estabelecidas entre as cidades.

Neste encontro internacional, o Município de Braga apresentou as oportunidades de cooperação com a cidade de Taoyuan, em Taiwan, resultantes das visitas realizadas neste projeto, focadas principalmente na mobilidade sustentável e inteligência urbana. Foram também partilhadas as experiências como um “case study” do impacto da mobilidade individual na cidade após a publicação do primeiro Relatório de Sustentabilidade de Braga.

O Município de Braga recebeu um certificado de apreciação pelo seu compromisso na participação deste projeto e venceu, juntamente com a cidade de Taoyuan, um prémio competitivo para apoio na construção da cooperação.

A conferência final do projeto teve a presença de Maria Castillo Fernandez, Embaixadora da União Europeia na República da Coreia, e de Jozef Stahl, Direcção-Geral da Política Regional e Urbana da Comissão Europeia. Ao longo do evento, as cidades participantes puderam compartilharam os resultados da sua cooperação de 18 meses e da partilha de boas práticas.

O projeto foi implementado entre outubro de 2021 a março de 2023 e tem origem num projeto piloto do Parlamento Europeu que procura contribuir para o cumprimento dos compromissos internacionais articulados na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e na Nova Agenda Urbana da ONU.

O objetivo do projeto é contribuir para a melhoria da qualidade de vida nas cidades participantes, através da promoção do desenvolvimento urbano sustentável e integrado e da identificação de políticas e programas inovadores. Em particular, o projeto procura desenvolver políticas e práticas em quatro temas prioritários da Agenda Urbana da União Europeia, nomeadamente a economia circular, transição energética, qualidade do ar e inclusão de migrantes e refugiados.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES