Quarta-feira, Março 3, 2021
9.4 C
Braga
Início Região Vila Nova de Famalicão Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco em Famalicão vai ser ampliada

Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco em Famalicão vai ser ampliada

A Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco de Vila Nova de Famalicão vai ganhar novos espaços, com a criação de uma sala para Audiovisuais, uma sala de leitura informal para estudo de grupos, uma nova área para albergar o espólio de Eduardo Prado Coelho e a ampliação da sala de leitura e outros serviços.

As obras de ampliação serão realizadas através da construção de um prolongamento do edifício em pleno Parque de Sinçães, em direção à Casa das Artes, com ligações para circulação em vidro tratado do ponto de vista acústico e térmico.

Para além das obras de ampliação, todo o edifício, que conta quase com 30 anos de existência, será remodelado, modernizado e adaptado às novas exigências tecnológicas.

A obra que deverá arrancar em maio deste ano foi adjudicada à empresa Costeira – Engenharia e Construção SA por 1,6 milhões de euros e um prazo de execução de um ano. A proposta para a adjudicação da obra foi aprovada esta quinta-feira, em reunião do executivo municipal.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, trata-se de uma obra de “grande relevo para o concelho, que trará melhores condições de comodidade ao espaço, mas também novas tecnologias para os seus utilizadores”.

“A revolução digital e a expansão da designada sociedade do conhecimento, veio alterar o conceito atual das bibliotecas públicas, atribuindo-lhes novas funções e utilidades, o que por um lado justifica a necessidade destas obras”, salientou Paulo Cunha.

Porém, para o responsável, a necessidade mais urgente tem a ver “com o estado de degradação do edifício que apresenta infiltrações e fissuras em diversos locais, sendo por isso necessário proceder à sua reabilitação”, explicou lembrando que “em quase 30 anos, o edifício nunca beneficiou de melhoramentos”.

Procurando adaptar o edifício às atuais necessidades do público, nesta intervenção será valorizada a receção no primeiro piso, será revista a localização do fundo local, aumentada a sala de leitura de adultos e serão criados novos espaços de leitura de audiovisuais, de depósitos de livros, de cafetaria e de garagem do bibliomóvel, entre outros melhoramentos.

A autoria do projeto de remodelação pertence ao arquiteto João Eduardo Marta, o mesmo que assinou o projeto de construção do edifício, em 1988.

A Biblioteca Municipal de Famalicão nasceu em 1913, instalando na altura na cave dos Paços do Concelho. Em 1987, entra para a Rede Nacional de Bibliotecas Públicas e um ano depois é lançada a primeira pedra para a construção do novo edifício, na presença de Mário Soares. Passados quatro anos, a 1 de junho de 1992, é inaugurado o edifício com 2400m2, situado em pleno espaço verde do centro da cidade, o Parque de Sinçães. A cerimónia associou-se às comemorações do aniversário da morte do seu patrono Camilo Castelo Branco e ao Dia Mundial da Criança.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS