Sexta-feira, Janeiro 27, 2023
6 C
Braga
InícioRegiãoBarcelosBarcelos tem nova ETAR em funcionamento

Barcelos tem nova ETAR em funcionamento

© CM Barcelos

Após a fase de testes, que terminou no final do ano, já está em pleno funcionamento a ETAR – Estação de Tratamento de Águas Residuais de Macieira de Rates, em Barcelos. O equipamento foi visitado hoje pelo presidente da Câmara Municipal e por responsáveis da empresa Águas de Barcelos, concessionária dos serviços de abastecimento de água e saneamento no concelho, sendo recebidos pelo autarca local, José Padrão.

A nova ETAR serve cerca de 500 habitações de Macieira de Rates e de freguesias circunvizinhas, recebendo 800 m3 de efluentes domésticos, mas tem capacidade para tratar 1.600 m3, podendo receber diariamente efluentes de uma população de 6.000 pessoas. Segundo o presidente da Câmara, Mário Constantino, “este tipo de investimentos é fulcral para garantir mais saúde e melhor ambiente”. 

Esta ETAR foi projetada para efetuar o tratamento biológico avançado dos efluentes urbanos, capaz de garantir os limites legais de descarga do efluente. Pode ser gerida à distância e em plena autonomia, através de um sistema de monitorização e envio de dados que permite controlar todos os processos de tratamento.

Situada na Zona Sul do Concelho de Barcelos, o equipamento teve um custo de cerca de 1,6 milhões de euros, sendo a empreitada executada pelo “Agrupamento de Pessoas Coletivas consubstanciado nas Empresas DST – Domingos da Silva Teixeira, S.A., e DTE, Instalações Especiais, S.A.”. A intervenção teve comparticipação financeira de 915 mil euros do Fundo de Coesão, através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso do Recurso (POSEUR), medida 12-2016-38)

A obra incluiu estaleiro, movimento de terras, construção civil, rede de águas residuais, redes de distribuição de água potável e de processo e serviço, arranjos exteriores, via de acesso, equipamentos eletromecânicos, instalações elétricas e trabalhos finais.

Durante cerca de seis meses desenrolou-se a chamada “fase de arranque” da ETAR, da responsabilidade do CTGA – Centro Tecnológico de Gestão Ambiental, Lda. O objetivo deste procedimento foi acompanhar o funcionamento do equipamento com monitorização dos processos de tratamento do esgoto e intervenções nos mesmos, com controlo dos parâmetros de poluição no efluente final tratado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS