Quarta-feira, Março 3, 2021
9.4 C
Braga
Início Região Barcelos Barcelos qualifica profissionais da restauração para promover a gastronomia local

Barcelos qualifica profissionais da restauração para promover a gastronomia local

CM Barcelos

O Município de Barcelos, em parceria com o Turismo de Portugal e através da Escola de Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo, promoveu três ações de formação para melhorar a qualificação do setor da restauração e do turismo, nomeadamente ao nível da ligação dos vinhos com a gastronomia local, com enfoque na especialidade gastronómica tradicional que é o galo assado.

A formação, que se realizou na modalidade de formação à distância, na qual o Turismo de Portugal se especializou, incidiu na área das línguas (em concreto, o Inglês técnico) e no marketing. Integra o programa “Amar o Minho” e “Minho Região Europeia da Gastronomia 2016”.

Estas ações de formação contam com mais de meia centenas de profissionais do setor do turismo e restauração locais e têm como objetivo qualificar e melhorar as competências dos recursos humanos do setor, por forma a melhorar a qualidade da experiência de quem visita Barcelos, aumentar os níveis de qualidade do serviço e diversificar as estratégias de promoção gastronómica.

Integra este conjunto de ações a criação de um caderno de especificações do galo assado, enquanto iguaria gastronómica, no sentido de sustentar a sua classificação como produto tradicional português, alavancado nos produtos das terras e nas raças de galináceos mais comuns no Minho, ou seja, os argumentos que fazem desta iguaria um elemento diferenciador do território de Barcelos.

Está também a ser criado um storytelling do galo assado, individualizado para cada peça vendida nos restaurantes de Barcelos, que conta a história associada a esta iguaria e ao Caminho de Santiago, estruturando-se, assim, uma ferramenta que a diferencia e lhe confere um caráter individualizado em termos de promoção, na medida em que cada storytelling será assinado pelo chefe do restaurante onde o consumo é efetuado. Trata-se de um certificado de experiência gastronómica único e inovador.

Está ainda prevista a realização de workshops técnicos sobre esta iguaria, a realizar no primeiro trimestre de 2021, envolvendo todos os que ao longo dos últimos 15 anos fizeram do Concurso Galo Assado uma referência de qualidade em termos nacionais.

A Autarquia pretende encetar o processo de qualificação do Galo Assado, de acordo com um caderno de especificações da iguaria que contemple a sua base e as variantes existentes e, ao mesmo tempo, qualificar os agentes da restauração que promovem esta iguaria.

De notar que já em fevereiro de 2020 foi realizado, no âmbito deste programa, um workshop promocional do Galo Assado, na Feira de Gastronomia e Turismo – Xantar, em Ourense, Espanha, promovido pelo Chefe Nuno Amorim, do restaurante Pedra Furada, que promoveu a excelência do prato e a sua ligação à lenda do Galo e ao Caminho de Santiago.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS