Quinta-feira, Junho 20, 2024
21.7 C
Braga
RegiãoBarcelosBarcelos assinalou 95 anos de elevação a cidade

Barcelos assinalou 95 anos de elevação a cidade

Mário Constantino © CM Barcelos

“Nenhum concelho, nenhum país, nenhuma sociedade terão um futuro risonho sem uma aposta forte no setor da Educação”. Esta foi uma das principais mensagens que o presidente da Câmara Municipal deixou, no encerramento da Sessão Solene dos 95 anos de elevação de Barcelos a cidade, que decorreu esta quinta-feira, nos Paços do Concelho.

Mário Constantino, após a agraciação com medalhas honoríficas a doze personalidades do concelho, aproveitou para fazer um balanço do trabalho efetuado pelo seu Executivo camarário, nos primeiros quase dois anos de mandato.

Recordando o discurso da tomada de posse, o edil barcelense reiterou “a importância de a Câmara Municipal de Barcelos voltar a ter um papel determinante no desenvolvimento do concelho, através da promoção de políticas potenciadoras do progresso, focando-se fundamentalmente nos setores da coesão territorial, dinamismo económico, educação, apoio social e bem-estar da população”. “Essa é, de facto, a nossa missão. Uma missão do presente, mas sobretudo uma missão de futuro. E o futuro só pode preparado com estratégia, com convicção, com ideias, e com projetos materializados em obras”, disse o autarca.

Enumerando setorialmente alguns dos projetos municipais, o presidente da Câmara sublinhou ” aposta do Município no setor da Educação”, vincando que não abdica da “construção de uma escola mais inclusiva, integradora, motivadora, e promotora do conhecimento e da cidadania”. Ao mesmo tempo, notou que “o trabalho que tem sido desenvolvido com as Direções dos Agrupamentos Escolares e com os Professores é muito frutuoso”.

Relativamente à Ação Social, o autarca recordou o lançamento do “Programa de Emergência Social”, cujas medidas visam “amenizar o impacto da inflação, principalmente nos agregados familiares economicamente mais carenciados”.

Relativamente à Mobilidade, o autarca enfatizou o facto de “em menos de dois anos Barcelos passou de duas para cinco linhas do TUBA Urbano e foi alargado o TUBA Municipal para 55 carreiras, que servem todas as freguesias do nosso território”.

De igual modo, Mário Constantino congratulou-se com “o sucesso da concretização do Programa Novos Caminhos. Tenho de enaltecer e salientar a colaboração e o trabalho dos Presidentes de Junta, parceiros fundamentais na concretização deste projeto. Basta dizer que, em apenas num ano, este programa já financiou 9 milhões de obras que, ou já estão executadas ou em andamento, ou serão feitas brevemente”.

Entretanto, está a decorrer o Concurso Público Internacional para o Fecho da Circular Urbana, “uma obra tão ansiada, e tantas vezes anunciada, e de que nos orgulhamos de colocar no mapa das obras municipais de Barcelos, pois a sua execução vai melhorar de forma muito significativa a mobilidade de entrada e saída da cidade”.

O autarca de Barcelos terminou o balanço dos seus quase dois anos de mandato, salientando a conclusão de três obras: a Casa da Criatividade, o Help Point e a obra de recuperação do edifício da Escola Gonçalo Pereira. Relativamente ao Mercado Municipal, explicou estando concluída a empreitada principal “cujo projeto, infelizmente, não acautelou aspetos legais de segurança e de operacionalidade, agora há correr atrás do prejuízo, e lançar uma empreitada complementar, para que, finalmente, o Mercado possa reabrir”.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES