Segunda-feira, Abril 15, 2024
15.3 C
Braga
AtualidadeAssociação Empresarial de Braga foi eleita para a direção CIP

Associação Empresarial de Braga foi eleita para a direção CIP

© Pedro Fraga

A Associação Empresarial de Braga foi eleita para a Direção da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), sendo representada neste órgão pelo seu presidente da Assembleia Geral, Pedro Fraga.

Para Daniel Vilaça, presidente da Direção da Associação Empresarial de Braga, “trata-se um extraordinário reconhecimento da importância, influência e prestígio desta associação a nível nacional”, sublinhando o facto desta associação ser “a única associação empresarial de base regional do Norte de Portugal que estará presente na Direção da nova liderança da CIP”.

O líder da Associação Empresarial de Braga destaca, ainda, que “a partir de agora a Associação Empresarial de Braga passará a integrar a Direção das duas principais confederações patronais de Portugal (CIP e CCP) – uma situação praticamente inédita na história do associativismo empresarial português, o que reforça a capacidade de intervenção e influência da Associação Empresarial de Braga nos principais centros de decisão nacionais, tornando-a ainda mais relevante para a comunidade que representa e a verdadeira voz das empresas da região”.

A inclusão de um dirigente da Associação Empresarial de Braga na Direção da CIP decorre do processo de alargamento do âmbito de intervenção desta associação empresarial e da sua adesão à CIP, com o propósito de contribuir para a criação de melhores condições de desenvolvimento do tecido empresarial e da nossa economia.

Para Pedro Fraga, “o nosso país necessita de um ambiente empresarial mais distendido e atrativo para os investidores e aí a CIP tem um papel muito importante a desempenhar e julgo que esta nova liderança irá ser um parceiro ativo dos empresários na busca de melhores condições para criar emprego e riqueza”.

“Será uma enorme responsabilidade assumir este cargo numa confederação empresarial com o peso e a influência da CIP, mas tentarei, a cada momento, pugnar pela defesa das empresas e dos empresários, sabendo que essa é a melhor forma de promover o crescimento empresarial com benefícios para todos os envolvidos. A fantástica história de 160 anos da AEB e o seu património de defesa das empresas acompanhar-me-á sempre e será para mim um enorme orgulho estar na direção da CIP em representação da AEB”, sublinha o dirigente.

O lema da nova liderança da CIP assumida por Armindo Monteiro é “a força da economia é a força de Portugal”, propondo uma atuação que visa “impulsionar a competitividade pelo crescimento da produtividade e pela diminuição dos custos de contexto, com um Estado mais eficiente e ao serviço do desenvolvimento económico e social”.

A CIP representa mais de 150.000 empresas, que empregam 1,8 milhões de trabalhadores e são responsáveis por um volume total de negócios que representa 71% do PIB nacional.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES