Quarta-feira, Maio 12, 2021
15 C
Braga
InícioPaísAntónio Costa afirma que Portugal pode chegar aos mil casos diários de...

António Costa afirma que Portugal pode chegar aos mil casos diários de Covid-19

DR

O primeiro-ministro António Costa afirmou, esta sexta-feira, no final da reunião de urgência com o Gabinete de Crise, que o país poderá chegar aos mil casos diários de Covid-19 na próxima semana.

“Acompanhando a tendência geral da Europa, estamos a sofrer um forte crescimento de novos casos diariamente. A manter-se, na próxima semana chegaremos aos mil novos casos por dia”, alertou António Costa, reiterando que pretende travar o crescimento da pandemia sem voltar a parar o país, como aconteceu no mês de março.

António Costa afastou hoje a possibilidade de um novo confinamento. “Não podemos deixar que a pandemia continue a crescer, mas também não podemos voltar a parar o pais como parámos no mês de março. Não podemos privar as crianças de irem à escola e não podemos voltar a proibir as famílias de visitarem os seus entes queridos nos lares. Não podemos separar as famílias no Natal. Temos de travar a pandemia por nós próprios”, reforçou.

O primeiro-ministro referiu que a maioria dos internados não tem sintomas, sendo “agentes ativos da difusão do vírus”, sublinhando o cumprimento de cinco regras fundamentais para travar a propagação do vírus, que passam pelo uso da máscara, a higienização regular das mãos, respeitar a etiqueta respiratória, manter o distanciamento físico e a utilização efetiva da aplicação Stayaway Covid.

Na próxima semana, a Direção-Geral da Saúde vai apresentar um plano de combate à pandemia para o Outono/Inverno.

Apoie o jornalismo.

A Braga TV é um canal de informação independente. Todas as notícias e conteúdos são e continuarão a ser disponibilizados gratuitamente.

Para continuar a oferecer um serviço de informação de referência na região, precisamos do apoio dos nossos leitores para continuar a desempenhar o nosso papel de informar.

Precisamos do seu contributo, caro leitor.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS