Segunda-feira, Abril 15, 2024
15.3 C
Braga
RegiãoBarcelosAna Abrunhosa inaugurou Casa da Criatividade em Barcelos

Ana Abrunhosa inaugurou Casa da Criatividade em Barcelos

© CM Barcelos

Mário Constantino, presidente da Câmara de Barcelos, e Ana Abrunhosa, ministra da Coesão Territorial, inauguraram, esta quarta-feira, a Casa da Criatividade, em Barcelos.

Mário Constantino agradeceu à ministra pela “excelente colaboração e sensibilidade que tem tido com o concelho de Barcelos, nomeadamente na questão do acesso aos Fundos Comunitários”.

Em resposta, Ana Abrunhosa sublinhou que “a função dos governantes é ouvir, ouvir e tentar resolver os problemas”. Realçando que “Barcelos é um território com muita história e identidade”, a ministra deu os parabéns à autarquia por ter criado a Casa da Criatividade, um equipamento que “vai projetar ainda mais a cultura do concelho”.

Após a inauguração, a ministra e o presidente, bem como a restante vereação e convidados  das cidades geminadas com Barcelos, integraram a Procissão da Invenção da Santa Cruz que, apesar da chuva, saiu da Igreja Matriz e culminou no Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz.

Casa da Criatividade de Barcelos

A Casa da Criatividade de Barcelos visa dar corpo à ação do Município no contexto da adesão à Rede de Cidades Criativas da UNESCO, no panorama do artesanato e arte popular.

Tem como objetivo dinamizar a cultura barcelense nos vários domínios criativos, assim como contribuir para consciencializar e formar a comunidade para a importância da diversidade das expressões culturais, incluindo as mais tradicionais.

A ação deste novo equipamento está centrada no desenvolvimento da criatividade e no reforço do papel dos criativos no contexto do processo de desenvolvimento local, criando mais argumentos para promover intercâmbios e a interação entre culturas no contexto da Rede Mundial das Cidades Criativas.

Situada em pleno centro histórico da cidade, foi edificada na antiga Casa Ascensão Correia, numa  iniciativa, cofinanciada pelo NORTE 2020, no contexto dos apoios do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, que permitiu a configuração do edifício  em adequação a diversas tipologias de atividades criativas entre as quais se destacam as sete áreas prioritárias desta Rede UNESCO, o Artesanato e Arte Popular; Artes Digitais; Filme; Design; Gastronomia; Literatura e Música.

Este novo equipamento será uma ponte com a rede UNESCO na promoção da cultura criativa em Barcelos e na cooperação entre as cidades que reconhecem a criatividade como um fator “proeminente do desenvolvimento urbano nas suas vertentes económicas, sociais, culturais e ambientais”.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES