Segunda-feira, Fevereiro 26, 2024
10.1 C
Braga
InícioEducaçãoAlunos do básico e secundário na UMinho para discutir exploração espacial com...

Alunos do básico e secundário na UMinho para discutir exploração espacial com especialistas

DR

Cerca de 120 alunos do 3.º ciclo e do ensino secundário juntam-se, esta sexta-feira, a cientistas de referência para o Encontro “Ciência e Tecnologia na Exploração Espacial”, no auditório B1 do campus de Gualtar, em Braga. A iniciativa está integrada no Dia Nacional da Cultura Científica e é promovida pela Escola de Ciências da Universidade do Minho (ECUM) e pela sua rede de Clubes Ciência Viva na Escola.

Este fórum de discussão inicia-se às 09:45 com a mesa redonda “Contributos da Ciência e Tecnologia para a Exploração Espacial. Que desafios para o futuro?”. Os convidados são Hugo André Costa, da Agência Espacial Portuguesa; Patrícia Gonçalves, investigadora no Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP); Sara Marques, engenheira aeroespacial na Airbus Defense and Space; Filipe Mena, presidente da Sociedade Portuguesa de Relatividade e Gravitação; e Pedro Arezes, presidente da Escola de Engenharia da UMinho. A moderação cabe a Nuno Castro, vice-presidente para a Investigação e Inovação Científica da ECUM.

“A exploração espacial é um assunto demasiado sério para prescindir do conhecimento crítico das Ciências Exatas e Ciências Naturais”, refere o presidente da ECUM, José Manuel González-Méijome. “Será com base numa interação forte entre ciência e tecnologia que conseguiremos, no médio e longo prazo, tirar o máximo partido dos recursos do universo, causando o menor impacto negativo possível, pois a sustentabilidade é aplicável em qualquer parte do universo onde o ser humano tenha aspirações de intervir”, acrescenta.

Atores no processo científico

O Encontro inclui a apresentação de 11 comunicações orais, pósteres e demonstrações experimentais elaborados por alunos das 16 escolas participantes, sob supervisão dos professores, que também estão presentes no evento. Os trabalhos abordam os temas “Problema do lixo espacial”, “Comunicações interplanetárias”, “Efeitos das viagens espaciais nos sistemas biológicos”, “Possibilidade de vida extraterrestre”, “Química no Espaço”, entre outros. Às 16h00 está prevista a entrega de prémios aos melhores trabalhos e a sessão de encerramento.

O objetivo do evento é partilhar ideias, discutir projetos num ambiente informal e apostar na divulgação da investigação junto do ensino básico e secundário, refere Nuno Castro. “A melhor forma de partilhar conhecimento é através de iniciativas em que os estudantes são convocados para participarem, de forma adequada à fase de formação em que se encontram, como atores no processo científico”, conclui Nuno Castro.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES