Sábado, Julho 24, 2021
15.6 C
Braga
InícioEducaçãoAluna de Famalicão vence concurso europeu de Linguística a nível nacional

Aluna de Famalicão vence concurso europeu de Linguística a nível nacional

Leonor Silva

Leonor Silva, aluna da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, em Famalicão, foi a vencedora nacional do concurso jovem europeu “Juvenes Traslatores” – um concurso linguístico da Comissão Europeia para os estudantes do ensino secundário. Para além da jovem famalicense, outras duas jovens do Minho foram distinguidas com menção honrosa pela sua prestação no concurso.

Foi com grande entusiasmo que, no dia 11 de março, a Escola Secundária Camilo Castelo Branco e a Escola Secundária de Vila Verde receberam a notícia das alunas que foram distinguidas no âmbito do concurso europeu “Juvenes Translatores”.

Leonor Silva foi a melhor participante portuguesa neste concurso, integrando o grupo de 27 jovens europeus (um vencedor por cada Estado-Membro) que são distinguidos anualmente pela competição. A jovem famalicense superou a concorrência nesta edição, e conseguiu surpreender os jurados internacionais do concurso pela clareza e criatividade que esta aluna do curso de Ciências e Tecnologias demonstrou na sua prova. Os jurados afirmaram ter sido evidente a notoriedade da sua escrita, que conseguiu produzir o mesmo efeito no leitor que o texto original, que se encontrava em inglês.

A distinção foi anunciada por Ana Garrido, da Representação da Comissão Europeia em Portugal. Leonor vai juntar-se aos melhores jovens tradutores de cada Estado Membro da União Europeia para uma cerimónia de entrega dos prémios em linha, na sexta-feira, 2 de julho de 2021. Os vencedores e respetivos professores poderão também encontrar-se com um tradutor profissional da Comissão Europeia para ficarem a saber mais sobre tradução e línguas.

Por sua vez, Ana Moreira, também aluna da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, foi distinguida pela sua prestação. Do espanhol para a língua portuguesa, a tradução de Ana Moreira, também aluna da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, de Vila Nova de Famalicão, foi merecedora de uma das 10 menções honrosas distribuídas pelo país. Para justificar tamanha distinção, os jurados ficaram agradados com a tradução da jovem famalicense, e pelo estilo fluído e agradável que aplicou na sua prova.

Lorena Rafaela, aluna da Escola Secundária de Vila Verde, foi também distinguida com menção honrosa pelos jurados pela tradução cuidada e de boa qualidade que apresentou na sua prova. Para além disso, os jurados também destacaram as boas soluções para os excertos críticos, em particular as frases idiomáticas que interpretou corretamente.

As alunas do 12º ano responderam da melhor forma ao apelo dos comissários, demonstrando o sucesso desta competição na promoção da aprendizagem de línguas, algo essencial para cumprir o mote “United in Diversity”. O Centro de Informação Europe Direct Minho/Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, manifestou o seu agrado pelo facto da região do Minho ter sido distinguida pela atribuição dos prémios em causa. Motivo de orgulho para projeto, e que deve também ser motivo de orgulho da região pelo reconhecimento do talento demonstrado pelos jovens do Minho.

O concurso promovido pela Comissão Europeia desafia cada tradutor a transmitir da melhor forma a mensagem de textos originais de outros idiomas para a sua língua materna. O “Juvenes Translatores” tem por objetivo promover a aprendizagem das línguas nas escolas e dar aos jovens uma ideia do que é ser tradutor. O concurso permitiu a inscrição aos jovens de 17 anos que frequentam o ensino secundário e tem lugar em simultâneo em todas as escolas selecionadas no território da UE.

Desde 2007, a Direção-Geral da Tradução da Comissão Europeia organiza anualmente o concurso Juvenes Translatores (expressão latina para «jovens tradutores»). Ao longo dos anos, o concurso tornou-se numa experiência que tem mudado a vida de muitos dos seus participantes e vencedores. Graças à participação neste concurso, alguns dos participantes decidiram estudar tradução na universidade, enquanto que outros integraram o serviço de tradução da Comissão Europeia como estagiários ou tradutores a tempo inteiro.

Apoie a Braga TV

O apoio dos nossos leitores é fundamental para garantir que a Braga TV continue a ser um canal de informação de referência na região.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS