Quinta-feira, Maio 26, 2022
30.1 C
Braga
InícioCulturaA Braga de Homem em Catarse em concerto no gnration

A Braga de Homem em Catarse em concerto no gnration

© Maria João Salgado

Sete Fontes, o novo disco do músico Afonso Dorido, considerado como um dos melhores discos portugueses de 2021, é apresentado este sábado, em Braga, num concerto único que contará com quarteto de cordas, visuais e eletrónica. O disco inspira-se em locais emblemáticos da cidade.

Homem em Catarse, alter-ego do multi-instrumentista e compositor Afonso Dorido, tem já um lugar seu na atualidade da música portuguesa. Radicado em Braga, o fundador do coletivo pós-rock Indignu percorre desde 2013 as estradas e caminhos deste país para dar a conhecer as canções emotivas que compõe enquanto Homem em Catarse. Em 2015, com “Guarda-Rios”, um promissor EP de estreia, capta as primeiras atenções. Dois anos mais tarde e após inúmeras viagens por aldeias, vilas e cidades do interior de Portugal, sempre acompanhado da guitarra elétrica e dos seus fiéis pedais de efeitos, reúne quilómetros e inspiração para a criação de “Viagem Interior”, disco conceptual que retrata uma interessante visão social e demográfica do país. Acompanhado de textos do escritor português José Luís Peixoto, o disco daria a conhecer 17 canções que descrevem 17 locais do interior e viria a figurar entre os melhores da música portuguesa do ano de 2017. Do interior do país para o interior dos jardins do Museu Nogueira da Silva, em Braga, já em 2019, grava o seu primeiro registo ao vivo, “Ao Vivo na Porta 253”, disco que eterniza o intimismo com que procura pautar os seus concertos.

No início do 2020, meses antes da pandemia, nova prova sólida da atenção que tem vindo a merecer: “sem palavras | cem palavras”, disco integralmente instrumental, nasce a partir de um poema de cem palavras escrito por si. Reflexo da sua cada vez maior capacidade criativa e maturidade musical, Afonso Dorido aceitou o desafio do gnration para compor um novo disco ao abrigo do programa de apoio à criação artística local Trabalho da Casa.

A 20 de fevereiro de 2021, Homem em Catarse subiria ao palco para o primeiro Trabalho da Casa do ano passado, mas um novo confinamento geral trocaria novamente as voltas a tudo e a todos. Neste concerto, o músico radicado em Braga apresentaria o seu mais recente trabalho discográfico. Sete Fontes, construído integralmente ao piano durante os períodos de pausa causados pela pandemia e inspirado em locais de Braga, seria posteriormente pré-apresentado, num momento efémero, através de uma peça vídeo pelo artista multidisciplinar Francisco Oliveira, que assume também a coprodução do álbum do multi-instrumentista e compositor.

Um ano depois dessa apenas planeada estreia no Trabalho da Casa, Sete Fontes regressa finalmente à casa que o viu nascer, para se mostrar pela primeira vez ao público bracarense, num concerto único encomendado pelo gnration. Agora, será duplamente especial. Não só pelo tempo de espera, mas também porque Afonso Dorido, ao piano, estará acompanhado por Francisco Oliveira e ainda de um quarteto de cordas, composto por Graça Carvalho e Helena Silva, nos violinos, António Posch, na viola, e Margarida Pinto, no violoncelo, que trará uma nova dimensão sensitiva à visão particular e muito pessoal de Homem em Catarse para o momento que (quase) todos nós vivemos.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS