Terça-feira, Julho 23, 2024
32.8 C
Braga
OpiniãoUse o coração. Conheça o coração

Use o coração. Conheça o coração

© César Lourenço

Desde o ano de 2000 que a Federação Mundial do Coração celebra o Dia Mundial do Coração no final de setembro, mais concretamente no dia 29 desde 2011. Esta iniciativa visa aumentar a consciencialização da população geral para as doenças cardiovasculares, para o seu conhecimento, a sua prevenção e o seu controlo, de forma a reduzir o seu impacto global. Por conseguinte, este tipo de eventos também procura mobilizar a vontade política e os recursos para a resolução dessas questões globais.

Todos os anos o Dia Mundial do Coração apresenta um lema, sendo que este ano o mesmo é “use o coração ❤ conheça o coração ❤”.

Esta campanha constitui-se como um alerta para todos cuidarem melhor da sua saúde cardiovascular e neste mote enfatiza-se que o primeiro passo passa por conhecer primeiro o nosso coração. Afinal, só podemos valorizar e proteger aquilo que conhecemos.

As doenças cardiovasculares continuam a ser a principal causa de morte em Portugal e em todo o mundo, no entanto, cerca de 80% dessas mortes prematuras poderão ser prevenidas com alterações do estilo de vida. Variáveis como a adopção de uma alimentação saudável, prática regular de atividade física, evicção do consumo de tabaco ou de álcool e o controlo de níveis de stress, são medidas de prevenção primária que podem fazer muito pelo nosso coração e pela nossa saúde em geral.

Há uma noção geral da população sobre a importância da patologia cardiovascular, contudo o nível de conhecimento sobre estas doenças e a percepção do seu impacto ainda não são os desejáveis, o que se traduz em dificuldade para a sua prevenção e controlo.

Um destes exemplos é o da insuficiência cardíaca, um problema de saúde pública em Portugal com uma prevalência crescente. Trata-se da primeira causa de internamento no nosso país em adultos com mais de 65 anos, mas é frequentemente desconhecida pela população.

Este desconhecimento faz com que muitas vezes só seja diagnosticada num primeiro episódio de urgência ou hospitalização, estendendo-se ao momento da alta onde mais de metade dos doentes e ou cuidadores ainda continuam sem informação suficiente sobre esta entidade. É necessária mais educação para a saúde, é urgente a partilha de informação.

Portanto, de forma geral a literacia sobre a saúde ainda é deficitária e as políticas insuficientes, pelo que se pretende quebrar barreiras e transmitir o conhecimento que permita às pessoas assumir as rédeas do seu bem-estar. Porque quanto melhor conhecermos melhor podemos melhor cuidar.

A simplicidade desta mensagem começa desde logo pela maneira propositada como são usados os emojis ❤ A linguagem visual faz parte do nosso dia-a-dia e esta é nos dias de hoje uma das mais populares formas de comunicação que pode captar a atenção de todos e transcender barreiras linguísticas.

No dia 29 de setembro comemore o Dia Mundial do Coração, aprenda mais e altere os seus estilos de vida, cuide da sua saúde cardiovascular.

Artigo de opinião de César Lourenço, do Núcleo de Estudos de Insuficiência Cardíaca da SPMI.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES