Quarta-feira, Dezembro 7, 2022
14.4 C
Braga
InícioBragaUniversidade do Minho celebra Dia Mundial da Saúde Mental

Universidade do Minho celebra Dia Mundial da Saúde Mental

© UMinho

A Universidade do Minho vai celebrar o Dia Mundial da Saúde Mental – criado a 10 de outubro de 1999 pela Federação Mundial da Saúde Mental – com um conjunto de iniciativas desenvolvidas pelas suas Escolas, Institutos e Serviços. Este dia será assinalado na próxima segunda-feira, mas é ao longo do mês que o tema servirá de mote para um conjunto de momentos que pretendem alertar, informar e sensibilizar para a importância de cuidarmos da nossa saúde de modo integral.

A Escola de Medicina preparou uma mensagem sobre a temática, a ser colocada na entrada do seu edifício, e que pretende destacar os desafios no combate às doenças do foro mental, bem como desmistificar algumas das crenças associadas às mesmas. No mesmo dia será disponibilizada no Blog Caixa Research, uma publicação online da Fundação “La Caixa”, um artigo sobre o tema que será assinado pelo investigador do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS), João Oliveira.

Também o Centro de Medicina Digital P5, que tem como objetivo a promoção da saúde através do recurso a novas tecnologias, dedicará o mês ao tema, esclarecendo dúvidas sobre saúde mental e dando a conhecer todos os serviços que o P5 tem e que dão resposta às necessidades da população, nomeadamente a App Saúde Mental P5 e a App de Bem Estar e Desenvolvimento Pessoal 29K, promovida em parceria com Fundação José Neves.

Já a Escola de Psicologia (EPsi) fará a apresentação da Linha de Intervenção Psicológica em Crise que estará novamente disponível para toda a comunidade da UMinho. Esta é uma linha que pretende dar resposta às diversas situações de crise individual, tais como situações de desafio de instabilidade pessoal, alteração de rotinas ou confronto com situações de incerteza sobre o futuro e surge de uma parceria do Centro de Medicina Digital P5 com a Associação Psicologia da UMinho e da própria EPsi. A linha está disponível das 09:00 às 17:00, de segunda a sexta-feira, através do número 253 144 420. A Escola terá ainda, no átrio do edifício, uma exposição audiovisual com palavras alusivas à temática com a partilha de curiosidades e números sobre o flagelo da doença mental nas sociedades modernas e assinalará a data, na próxima segunda-feira, com várias mensagens alusivas ao tema e a serem difundidas nos seus canais digitais.

Também o Núcleo de Integração e Formação de Recursos Humanos da UMinho irá levar a cabo uma iniciativa de sensibilização para as questões relacionadas com a Saúde Mental. Assim, um convidado por semana proferirá uma palestra com o propósito de contribuir para o aumento do conhecimento sobre questões de saúde mental, no sentido de, por um lado, incentivar a procura precoce de ajuda e diminuir atitudes estigmatizantes e discriminatórias e, por outro lado, sensibilizar para a necessidade da promoção da Saúde Mental, estimulando uma troca de experiências que nos permita estar mais atentos a estas questões. Assim, no dia 7 de outubro foi iniciado este ciclo com uma conversa em torno da “Importância da empatia em contexto laboral”. Na próxima semana, dia 14 de outubro, a formação será dedicada ao “Autocuidado e bem-estar”, sendo que nas semanas seguintes irão ser abordados os temas “Saúde Mental para todos” (em parceria com a app 29K FJN da Fundação José Neves), e “Importância da inteligência emocional em contexto laboral”. As sessões obrigam a inscrição que pode ser feita até 11 de outubro na plataforma de gestão da formação profissional.

AAUMinho dedica mês inteiro ao tema

A Associação Académica da Universidade do Minho dedica todo o mês a atividades em torno deste tema, promovendo a iniciativa “setembro amarelo” e lembrando vários canais existentes direcionados ao apoio psicológico, tais como os Serviços de Psicologia da UMinho, o Acolhimento Psicológico do Serviço Nacional de Saúde, as linhas SOS Voz Amiga, Conversa Amiga e o Telefone da Amizade, assim como as linhas Vira(l) Sociedade, Voz de Apoio e Vozes Amigas de Esperança em Portugal. Semanalmente a AAUMinho divulga ainda, nos seus canais digitais, sugestões culturais relacionadas com o tema e no passado dia 20 de setembro promoveu nos campi uma distribuição simbólica de laços amarelos. A estrutura representativa dos estudantes levou também a cabo, no passado mês, um workshop sobre técnicas de relaxamento e, na passada terça-feira, mais uma edição do “Academia à conversa”, sob o mote “Desmistificar os cuidados de saúde digital”. Esta iniciativa contou com o apoio do Centro de Medicina Digital P5 que ajudou a promover uma reflexão sobre este ramo da medicina, em constante progresso.

A AAUMinho tem ainda disponível, desde 26 de setembro até ao dia de hoje no CP 2 do campus de Gualtar e na Nave do campus de Azurém, uma estrutura que irá recolher testemunhos e pensamentos que perturbam a saúde mental de um qualquer estudante que o queira partilhar. Este “Depósito de desabafos” reunirá ainda os papéis recolhidos com os testemunhos e procurará transformá-los em algo melhor. Também ao longo deste mês, através da sua imagem corporativa nas plataformas e canais digitais, a AAUMinho assinalou o tema, reforçando a cor amarela em todos os veículos de comunicação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS