Sexta-feira, Setembro 30, 2022
12.8 C
Braga
InícioEducaçãoUniversidade do Minho abre inscrições para cursos livres de chinês

Universidade do Minho abre inscrições para cursos livres de chinês

© UMinho

O Instituto Confúcio da Universidade do Minho tem abertas as inscrições para os seus cursos livres de Chinês Turístico e Comercial, de Língua e Cultura Chinesas, Chinês como Primeira Língua e, ainda, Wushu Kung-fu.

O primeiro arranca a 15 de outubro e decorre até julho de 2023, ao sábado de manhã, no campus de Gualtar, em Braga. O segundo inicia a 17 de outubro e com duas opções: à segunda e quarta-feira, das 18:30 às 20:00, no campus de Gualtar; ou à terça e quinta-feira, à mesma hora, no campus de Azurém, em Guimarães.

Chinês Turístico e Comercial é oferecido nos níveis básico, intermédio e avançado. O nível básico I permite o conhecimento geral daquela língua e de como difere da escrita alfabética. Há ferramentas audiovisuais para apoio à aula e ao estudo pessoal dos alunos, que vão ainda dominar vocabulário e expressões para comunicações comuns e habituar-se à escrita e leitura ideográfica. No final, têm um certificado de participação e ficam aptos para o nível 1 do Exame Oficial de Língua Chinesa (HSK), o único que reconhece o nível de Chinês em qualquer parte do mundo. Já nos outros níveis do curso desenvolve-se a expressão oral e escrita, a compreensão auditiva e textual e o conhecimento e a sensibilidade culturais, em particular para o turismo e comércio, garantindo também preparação para os níveis seguintes do exame HSK.

Língua e Cultura Chinesas é oferecido nos níveis básico e intermédio e tem um contexto similar de 90 horas, embora proporcionando diversas unidades culturais sobre o quotidiano, os ambientes profissionais, a geografia, a história e a cultura chinesas, essenciais para vencer barreiras comunicacionais interculturais.

Para sino-descendentes e crianças

Já o curso de Chinês como Primeira Língua destina-se a chineses que cresceram ou nasceram em Portugal. A maioria deles é fluente na oralidade, por isso o objetivo é aprofundar sobretudo o conhecimento daquele idioma a nível escrito e gramatical, sempre com apoio audiovisual na aula e pós-aula. A formação começa a 15 de outubro e decorre até junho de 2023 no campus de Gualtar, sempre ao sábado das 14:30 às 17:30, num total de 90 horas.

Praticar wushu kung-fu

Entretanto, a 15 de outubro também tem início o curso de wushu kung-fu, que alia práticas ancestrais e princípios modernos de desporto. As aulas são à segunda e quarta-feira, das 08:30 às 09:30, no Complexo Desportivo do campus de Gualtar. Os professores são Alexandre Oliveira e Ana Rita Rego, responsáveis pela multipremiada Escola Jing-she. O wushu é candidato a modalidade olímpica, conta com mais de 150 federações filiadas no mundo e tem gerado uma adesão exponencial nas suas diversas vertentes.

Pode obter-se mais informações sobre os cursos, inscrições e preços através do email [email protected] .

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS