UMinho reúne peritos de 15 países para discutir o uso da mentira na política
Terça-feira , Agosto 4 2020 Periodicidade Diária nº 2533
Principal / Educação / UMinho reúne peritos de 15 países para discutir o uso da mentira na política

UMinho reúne peritos de 15 países para discutir o uso da mentira na política

O Grupo de Teoria Política da Universidade do Minho promove esta quinta e sexta-feira, dias 12 e 13, o Colóquio sobre História da Filosofia Moral e Política. O evento, subordinado ao tema “Mentira e Hipocrisia na Política e Vida Moral”, junta cerca de 40 especialistas de 15 países, incluindo da Índia, Venezuela, EUA, Coreia do Sul, Turquia e Alemanha.

A sessão de abertura realiza-se às 10h15, no auditório do Instituto de Letras e Ciências Humanas (ILCH), no campus de Gualtar. Conta com as intervenções de João Cardoso Rosas, presidente do ILCH, e Pedro Martins, investigador do Centro de Estudos Humanísticos da UMinho (CEHUM). Ao longo de dois dias serão apresentados temas relacionados com o uso da mentira em momentos de crise, a perceção dos cidadãos sobre a elite política, o valor ético da cidadania, o papel e as nuances do engano político, o valor da integridade na ordem social e política, entre outros.

A iniciativa culmina na sexta-feira, às 17h15, com a conferência principal a cargo da especialista Ruth W. Grant, da Universidade Duke (EUA). Destacam-se ainda as palestras “The big bluff phenomenon or how the austerity can kill your dreams” (dia 12, às 16h30), “Trust and loyalty as antidotes to political dissafection” (dia 12, às 16h30), “The role of lies in the construction of national identity” (dia 13, às 15h00) e “Lies and populism: what Europe can learn from the venezuelan revolution” (dia 13, às 15h00).

Evento único no país

“Com a emergência da política da ‘pós-verdade’, o tema desta edição não poderia ser mais atual. Os grandes filósofos mostraram desde muito cedo que as relações entre política, mentira e hipocrisia nunca serão transparentes e lineares”, explica o professor Pedro Martins. Este congresso destaca-se pelo facto de ser único do género no país, recorrendo aos contributos dos grandes filósofos do passado para esclarecer e responder a problemas atuais, nomeadamente os populismos, os nacionalismos identitários, a pós-verdade, o uso da mentira na política democrática, a negação do aquecimento global, entre outros.

O Grupo de Teoria Política foi fundado em 2008, estando inserido no CEHUM. É composto por cerca de 30 professores, investigadores e estudantes de doutoramento e pós-doutoramento. Para além dos vários projetos científicos em desenvolvimento, o Grupo organiza anualmente os eventos internacionais “Colóquio sobre História da Filosofia Moral e Política” (janeiro), “Encontros de Ética e Filosofia Política” (junho) e “Escola de Verão em Filosofia Política e Políticas Públicas” (julho), juntando centenas de peritos para discutir temas estruturantes da atualidade.