Terça-feira, Janeiro 18, 2022
7.7 C
Braga
InícioBragaTUB reforçam frota com 25 novas viaturas a gás natural

TUB reforçam frota com 25 novas viaturas a gás natural

© CM Braga

Os Transportes Urbanos de Braga (TUB) acabam de reforçar a sua frota com 25 novas viaturas a gás natural. Para a Autarquia, esta aquisição representa “mais um importante passo na promoção da mobilidade urbana sustentável do concelho”.

Em três anos a empresa municipal de transportes de Braga renovou 30% da sua frota por veículos “com melhor performance ambiental, permitindo reduzir o impato da atividade dos TUB no meio urbano e, ao mesmo tempo, oferecer melhores condições de segurança e conforto aos seus utilizadores”.

Na cerimónia de apresentação das viaturas, realizada esta terça-feira, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, sublinhou que este é o “maior e mais expressivo compromisso de investimento realizado na renovação da frota dos TUB desde a sua constituição”. “Se em 2013, herdámos uma frota com uma idade média de 18 anos, oito anos depois, fruto deste investimento, operamos uma frota com uma idade média de 15 anos”, assinalou o edil.

O investimento total na renovação da frota com veículos de melhor performance ambiental e respetivas infraestruturas de abastecimento/carregamento ascende a cerca de 13 milhões de euros e conta com um apoio de cinco milhões de euros através do Fundo de Coesão.

As novas viaturas a gás natural resultam de uma candidatura aprovada no âmbito do Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos 2020 (POSEUR 2020), com vista à renovação da frota de veículos de transporte público coletivo de passageiros, mediante a aquisição de 32 novos autocarros limpos, dos quais 25 movidos a gás natural e 7 com propulsão 100% elétricas, estas últimas em operação desde julho de 2020.

Recorde-se que o novo impulso na renovação da frota dos TUB, com a aquisição das novas viaturas a gás natural, vem completar o ciclo de investimentos realizados a partir de 2018, com a aquisição das primeiras viaturas movidas a propulsão elétrica. No total, são já 38 novas viaturas limpas a circular no concelho e a servir diariamente os bracarenses.

O presidente da Câmara de Braga lembrou que “os TUB têm vindo a melhorar os seus resultados, evidenciando não só o seu crescimento, como também uma maior sustentabilidade do seu negócio”.

No período entre 2014 e 2019, e sem qualquer aumento tarifário, os TUB foram a única empresa pública de transporte coletivo de passageiros, a nível nacional, a registar um aumento do número de passageiros transportados em 21% e uma melhoria dos seus resultados, com um aumento do volume de negócios de 27%, alcançando já no ano de 2019 um volume de receitas diretas acima dos 7 milhões de euros.

“O facto de termos uma empresa de transportes integralmente gerida pela Autarquia constitui um vetor estratégico estratégico fundamental de muitas dinâmicas da gestão do nosso território. Em qualquer circunstância abdicaríamos deste poder e vemos com alguma apreensão algumas tendências legislativas que procuram estimular a abertura à concorrência deste tipo de operadores. Não nos parece que seja esse o caminho que salvaguarda verdadeiramente o interesse público”, vincou Ricardo Rio.

Já Olga Pereira, presidente do Conselho de Administração dos TUB, adiantou que a empresa municipal “vai continuar a apostar na renovação da sua frota, prevendo-se ainda este ano a apresentação de uma terceira candidatura ao Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos”. A introdução das primeiras linhas Bus Rapid Transit (BRT), a implementação do SchoolBus para todos, a aceleração da renovação do parque de material e oficinas, assim como a aceleração da transição digital são outros dos objetivos a concretizar pela empresa nos próximos quatros anos.

Os TUB mantêm a sua matriz de coesão territorial, servindo as 37 freguesias do concelho de Braga com 74 linhas regulares, operadas por 136 viaturas que percorreram anualmente mais de 6 milhões de quilómetros e transportando, antes do período pandémico, mais de 12 milhões de passageiros, o que representava cerca de 400 mil horas de serviço público e 592 363 viagens realizadas. Para prosseguir esse desafio diário, a empresa municipal conta com 346 colaboradores, dos quais se destacam 247 agentes únicos.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS