Sexta-feira, Setembro 17, 2021
16.6 C
Braga
InícioBragaSOS Árvores de Braga "repudia" abate de áceres em Nogueira

SOS Árvores de Braga “repudia” abate de áceres em Nogueira

SOS Árvores de Braga

O movimento SOS Árvores de Braga veio “repudiar” o abate de áceres na Rua Garcia de Orta, em Nogueira, Braga, numa carta aberta ao presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio.

O movimento afirmou que a Autarquia de Braga “não deu qualquer informação sobre o enquadramento deste abate, por forma a esclarecer a população sobre o objeto da intervenção ou plano adequado para a sua substituição”.

O SOS Árvores de Braga aproveitou para criticar “as ruas e passeios estreitos em mau estado, os automóveis estacionados nos passeios por falta de baías para o efeito, árvores mal escolhidas, mal implantadas, com caldeiras inadequadas, maltratadas e doentes”.

De acordo com o movimento, o Município de Braga “carece de um regulamento municipal do arvoredo urbano, bem como disposições urbanísticas para a reabilitação de arruamentos existentes em incumprimento das disposições atuais”.

“Parece-nos evidente que, se a largura da rua é insuficiente, se apenas serve os moradores, se os passeios são demasiado estreitos e, estando cortados com automóveis, os peões recorrem à faixa de rodagem, então deve ser assumido que a rua é um local de convivência entre peões e automóveis, reduzindo o limite de velocidade para 10 ou 20 km/h, tornando desnecessários os passeios e as duas vias para automóveis, mantendo os dois sentidos de circulação. Assim, resolver-se-iam os problemas de acessibilidades, seria possível plantar árvores a mais distância dos muros, os automóveis estacionariam nos espaços disponíveis entre árvores e os espaços em frente aos acessos às garagens serviriam para o pouco trânsito se cruzar”, sublinhou o movimento.

O SOS Árvores de Braga aproveitou para enviar uma proposta à Autarquia de Braga para “criar as condições para proteger e expandir o arvoredo urbano”.

SOS Árvores de Braga

“A urgente adaptação da cidade às alterações climáticas não permite que continue a inação ou ações sem sentido a que assistimos há demasiados anos. É necessário plantar hoje as árvores que irão substituir as que, fruto dos erros do passado, terão de ser prematuramente cortadas”, disse. O Movimento SOS Árvores de Braga quer um “Regulamento Municipal do Arvoredo Urbano” para “criar condições para proteger e expandir o arvoredo urbano”.

A Braga TV tentou entrar em contacto com o Município de Braga mas não obteve um esclarecimento.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS