Sexta-feira, Janeiro 27, 2023
11.1 C
Braga
InícioBragaSinfonietta de Braga dá cinco concertos para celebrar o Natal

Sinfonietta de Braga dá cinco concertos para celebrar o Natal

© Sinfonietta de Braga

Nesta quadra festiva, a Sinfonietta de Braga vai promover uma “Viagem de Inverno” pelas agradáveis melodias da música erudita. Composta por cinco paragens, isto é, cinco concertos, esta viagem musical, que se insere no programa “Braga é Natal“, pretende traduzir-se num ponto de encontro para o público familiar do concelho e da diáspora bracarense.

Nesta segunda edição, para além de ambicionar reunir os bracarenses em torno da sua música, a Sinfonietta de Braga visa ainda continuar a enriquecer a paisagem cultural da cidade e da região com mais uma referência ao nível da fruição das artes eruditas. Neste sentido, através deste programa, a orquestra profissional reforça o objetivo de tornar a música erudita acessível a todas as pessoas sem, no entanto, perder a sua essência.

Depois do concerto do dia 16, a Orquestra Sinfonietta de Braga e a soprano Ana Vieira Leite sobem ao palco no dia 23 de dezembro para apresentar o concerto “Endless Love”. Neste espetáculo, Ana propõe-nos um panorama da figura mitológica de Semele como nos é apresentada por Georg Friederich Haendel, numa das suas mais sublimes óperas inglesas, sobre textos de William Congreve.

Após as celebrações do dia de Natal, a 29 dezembro, a “Viagem de Inverno” prossegue com o concerto “A liturgia dos Pássaros — Homenagem a Olivier Messiaen”, por Daniel Bernardes Trio e o grupo de percussão, Drumming GP.  Uma experiência inédita e uma justa homenagem ao mestre francês, que através da sua linguagem harmónica tornou possível a construção de um caminho para o jazz contemporâneo.

No dia 6 de janeiro destaca-se o concerto “A cold December…”, pelo trio clássico de violino, violoncelo e piano, Ibertrio, composto por Américo Martins, Isolda Crespi e Nuno Meira. Com este programa, os artistas propõem uma viagem musical encenada pelos invernos da vida. Desde o inverno literal – ilustrado pela famosa “Cold Song” de H. Purcell – até ao eterno inverno da morte, passando pelo frio glacial do desamor, do desespero e do abandono (alicerçado na maravilhosa arte do grande Monteverdi).

Para encerrar este percurso pela música erudita, no dia 13 janeiro, o Ibertrio volta a entrar em cena, desta vez com o concerto “Viagem no tempo”. Neste recital, o trio interpretará três obras-primas da Música de Câmara, proporcionando aos ouvintes um passeio através dos séculos, repleto de momentos de inesquecível beleza e prazer.

Os concertos contemplados neste ciclo terão lugar no Salão Medieval da Universidade do Minho, pelas 19:00, à exceção do espetáculo de dia 16 de dezembro, que decorre pelas 21:30. A escolha do local deve-se à versatilidade acústica e cénica do espaço, e também à sua localização, no epicentro da cidade medieval e em plena rota do comércio tradicional.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS