Sexta-feira, Maio 24, 2024
13.7 C
Braga
BragaRicardo Rio afirma que a cultura é elemento impulsionador do turismo em...

Ricardo Rio afirma que a cultura é elemento impulsionador do turismo em Braga

© CM Braga

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, defende que a vertente cultural deve ser elemento impulsionador do turismo e que o futuro da cidade passa pela sua afirmação enquanto cidade de cultura.

O autarca participou, esta segunda-feira, no debate promovido pela Fundação Mestre Casais, subordinado ao tema “Turismo Sustentável”, numa sessão que contou com a participação de Luís Pedro Martins, presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, moderada por José Mendes, presidente executivo da Fundação Mestre Casais.

Ricardo Rio apontou os Encontros de Imagem, o Festival Utopia ou a Braga Barroca, a par da Semana Santa, da Braga Romana, do São João ou da Noite Branca como “muitos dos eventos que a cidade acolhe susceptíveis de qualificar a cidade de Braga como destino turístico”. “Muitas vezes o turismo é o primeiro cartão de visita para investidores e novos residentes”, apontou o autarca.

O edil destacou a requalificação do Altice Forum Braga, que permitiu acolher eventos como Dance World Cup “que trouxe à região mais de 30 mil pessoas”, grandes congressos (como o da Ordem dos Médicos Dentistas), feiras, exposições e grandes eventos culturais e desportivos, numa linha de atuação que vai prosseguir com o Encontro Mundial das Cidades Criativas da UNESCO em 2024.

A par da “dinâmica cultural”, o autarca lembrou o património, a gastronomia e a paisagem como potencialidades que Braga tem para oferecer.

No decurso do debate, o autarca enalteceu o trabalho desenvolvido por Luís  Pedro Martins, a quem responsabilizou por muitos dos sucessos alcançados na Região Norte nos últimos anos. “O meu presidente tem sido um poço de energia na divulgação de toda a região, promoveu a crucial articulação entre a ATP e a ERTPN – Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte) e soube defender a criação de linhas de financiamento para o Turismo junto da CCDRN”, frisou.

Na ocasião, Luís Pedro Martins deu conta dos resultados alcançados por Braga nos últimos anos, exemplificando que, face a 2022 – ano que se equiparou ao ano recorde de 2019 -, e tendo por base os dados revelados pelo INE até julho de 2023, Braga tinha já recebido 186,1 mil hóspedes (mais 5,8% que no período homólogo); tinha crescido 6,2% nas dormidas, com 353,8 mil dormidas, sendo já o 3.º município com mais dormidas em toda a região e que teve um crescimento de 15,3% nas dormidas de não residentes.

Este jantar-debate, que decorreu no Hotel Meliá, enquadrou-se no Ciclo de Trílogos que a Fundação Mestre Casais tem vindo a organizar em diferentes cidades do país.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES