Sábado, Abril 13, 2024
18.4 C
Braga
PolíticaLegislativasPS diz que vai acabar com as propinas na licenciatura até 2030

PS diz que vai acabar com as propinas na licenciatura até 2030

© José Luís Carneiro

José Luís Carneiro, Palmira Maciel, Pedro Sousa, Irene Costa e Pedro Costa, candidatos do Partido Socialista pelo círculo eleitoral de Braga às legislativas de 10 de março, estiveram no IPCA, em Barcelos, para visita à obra da nova residência universitária e para reunir com estudantes do ensino superior.

“A criação de uma linha específica de apoio à construção de residências para os estudantes, por parte do Governo, permitiu ao IPCA inaugurar a sua primeira residência. Localizada a 200 metros do Campus, em Barcelos, a Residência de Estudantes ‘IN Barcelos’ contou com um financiamento de cerca de 2.024.610,00 milhões de euros, verbas do Next Generation EU, através do Programa Nacional para o Alojamento no Ensino Superior, no âmbito do PRR. A verba destinou-se à aquisição do edifício, a sua adaptação e ampliação para responder às exigências de instalação e funcionamento da Residência de Estudantes, com capacidade para 62 camas. A esta irá juntar-se uma outra Residência de Estudantes do IPCA, também financiada pelo PRR e integrada no complexo B-CRIC, que está já a ser construído no Campus, em Barcelos. No total, prevê-se que durante o próximo ano, o IPCA passe a dispor de um total de 195 camas para alojamento estudantil”, refere o PS.

“Uma das prioridades que temos em curso no distrito de Braga, usando fundos do PRR, é a construção de residências universitárias e o aumento do número de camas na oferta dos serviços sociais quer do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) quer da Universidade do Minho. Este investimento de 64 milhões de euros, dos quais 47 milhões de euros são financiados pelo Estado, pretende garantir 1400 novas camas, 310 construção nova e 1090 em edifícios reconstruídos e reabilitados para albergar estudantes. Na próxima legislatura o Partido Socialista pretende continuar este caminho convertendo prédios do Estado para residências estudantis para atingirmos até 2028 as 30.000 camas em oferta pública de alojamento”, garante o Partido Socialista.

Em conversa com os estudantes, José Luís Carneiro frisou que “o PS baixou e devolveu propinas. Em 2015 a propina era 1063 euros, é hoje 697 euros, e a partir deste ano o Estado vai devolvê-la por cada ano de trabalho em Portugal. Este reembolso está em curso neste momento”.

“A governação socialista criou ainda a Bolsa + Superior para quem estuda no interior e atribuiu bolsas na fase de colocação, com um aumento de 154% do número de estudantes com direito a bolsa no último ano”, sublinha.

O cabeça de lista do PS deixou ainda a garantia de que “pretendemos acabar com as propinas no ciclo de licenciatura até 2030 e fixar um teto máximo para as propinas de mestrado e doutoramento para garantir maior igualdade no acesso a estes ciclos de estudo”.

Nesta conversa com os estudantes esteve também em destaque a saúde mental. “O PS reconhece a importância da saúde mental em todas as fases da vida e, por isso, na próxima legislatura vamos assegurar a possibilidade de os estudantes terem baixa justificada por motivos psiquiátricos e o congelamento das propinas nesse período”, finalizou.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES