Sexta-feira, Dezembro 3, 2021
6.7 C
Braga
InícioRegiãoPóvoa de LanhosoPóvoa de Lanhoso organiza Semana Municipal para a Igualdade e Não Discriminação

Póvoa de Lanhoso organiza Semana Municipal para a Igualdade e Não Discriminação

DR

O mês de novembro é sinónimo da realização da Semana Municipal para a Igualdade e Não Discriminação, que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso tem vindo a promover há 11 anos. Em 2021, esta Semana realiza-se de 20 a 26 de novembro.

O Café Concerto Inclusivo, as Olimpíadas para a Igualdade, Inclusão e Cidadania e o lançamento do projeto “Não fico [email protected]” são algumas das propostas desta décima primeira edição.

“Esta semana representa uma oportunidade de reflexão sobre temáticas tão amplas, transversais e atuais como os Direitos Humanos ao logo da vida, a Violência exercida nos variados contextos relacionais e os desafios à verdadeira Igualdade de Oportunidades, para dar alguns exemplos”, refere a Autarquia.

A iniciativa tem como objetivo promover a informação e sensibilização para a temática da Igualdade e Não Discriminação, com vista a contribuir para a adoção de comportamentos e atitudes mais conscientes; promover a partilha de experiências de vida; incentivar o desenvolvimento de empatia; e melhorar as condições de mobilidade de toda a comunidade são alguns dos objetivos desta iniciativa, que se destina a um público vasto e diversificado.

Propostas de 20 a 26 de novembro

O programa apresenta, a 20 de novembro (Dia dos Direitos Internacionais das Crianças) uma atividade de sensibilização no âmbito do Dia Arquidiocesano da Juventude, subordinada às temáticas dos Direitos das Crianças e da Prevenção da Violência no Namoro. Esta iniciativa está marcada para as 12:30, no Parque do Pontido (Vila da Póvoa de Lanhoso), e dirige-se à comunidade juvenil que se encontrará no concelho, nesse dia.

A abolição de barreiras arquitetónicas em alguns locais do concelho é a proposta para o dia 22 de novembro. Atingir gradualmente um território livre de barreiras, de modo a que todas as pessoas possam fruir plenamente dos seus direitos, liberdade e mobilidade, sem se depararem com obstáculos que condicionam as suas vidas e quotidiano, é o objetivo.

Nos dias 23 (Dia pelo Fim da Impunidade) e 24 de novembro (Dia Nacional da Cultura Científica), realiza-se mais uma edição das Olimpíadas para a Igualdade, Inclusão e Cidadania #[email protected]≠. Pretende-se criar a oportunidade para que os jovens possam experimentar desportos adaptados bem como refletir e valorizar as capacidades e potencialidades de quem vive com algum tipo de limitação. Esta atividade, que decorre no âmbito do projeto IGUALIDADES, realiza-se entre as 10:00 e as 17:00, no Pavilhão 25 de Abril (Vila da Póvoa de Lanhoso).

No dia 25 de novembro (Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres), haverá um momento, designado “Como é que eu não percebi que o que ele me fazia não era amor?”, que visa permitir a partilha de um testemunho de uma vítima de violência doméstica. Esta iniciativa está marcada para as 10:00, no Cine Fórum dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso. No final, pelas 11:00, realiza-se a marcha solidária para com as vítimas de violência doméstica e femicídios, que sai do Cine Fórum dos Bombeiros Voluntários para percorrer as principais ruas da Vila sede de concelho. No decorrer desta marcha, no âmbito da projeto “Não fico [email protected]”, serão colocadas caixas para denúncias de Violência no Namoro na EPAVE (11:30) e na Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso (11:45). Estas atividades também se realizam no âmbito do projeto IGUALIDADES. 

Por fim, no dia 26 de novembro, realiza-se a sexta edição do Café Concerto Inclusivo, a partir das 20:30, na Quinta Cedro do Ave (Santo Emilião). Ao longo dos anos, este momento tem vindo a ganhar notoriedade e a promover momentos verdadeiramente inclusivos, nos quais os protagonistas são utentes das IPSS’s e estudantes do concelho. O Café Concerto Inclusivo objetiva, para além de proporcionar momentos felizes aos atores e atrizes, desconstruir estereótipos e preconceitos existentes na sociedade e que afetam maioritariamente determinados grupos, considerados vulneráveis. Trata-se de mais uma atividade no âmbito do projeto IGUALIDADES.

Aprovado no âmbito do Aviso Nº POISE  22202003 do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, o projeto IGUALIDADES tem associado um investimento total de 34 999.99 euros e conta com um apoio do FSE de 34 151.30 euros, que corresponde a uma taxa de comparticipação de 100% do valor do investimento elegível.

Teste BTV

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS