Quinta-feira, Julho 25, 2024
18.3 C
Braga
BragaPolícia Municipal de Braga vai ser reforçada com 20 novos agentes

Polícia Municipal de Braga vai ser reforçada com 20 novos agentes

© CM Braga

O Município de Braga vai apostar no reforço operacional dos agentes da Polícia Municipal. A garantia foi dada por Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal, durante a cerimónia de imposição de insígnias a 28 agentes, que decorreu esta segunda-feira, na Praça Municipal.

Nesta cerimónia foram apresentadas duas novas viaturas para potenciar a operacionalidade dos agentes, numa corporação que será reforçada com 20 novos operacionais.

“A Polícia Municipal é uma estrutura fundamental na dinâmica da cidade. Fruto dos múltiplos desafios de desenvolvimento urbano, de protecção civil e da esfera da mobilidade em Braga, a intervenção da Polícia Municipal é crucial para aportar qualidade de vida à nossa população”, referiu Ricardo Rio, destacando a relação de proximidade com os cidadãos que se tem verificado ao longo dos últimos anos, através do “reforço dos laços de confiança e de credibilidade que a Polícia Municipal tem tido perante os bracarenses”.

Lembrando que “a autarquia tem procurado criar o enquadramento e as condições para que a atuação dos agentes seja o mais capaz possível”, Ricardo Rio destacou o reforço de meios humanos, com a consequente valorização profissional, assim como o reforço de meios materiais, através da aquisição de duas novas viaturas e de novos. O autarca deixou a garantia de um investimento nas novas instalações, sublinhando ter “muito orgulho” da Polícia Municipal de Braga e agradecendo o trabalho que esta estrutura tem realizado em prol do concelho e de todos os bracarenses.

Polícia Municipal será reforçada com 20 novos agentes

Durante a cerimónia, Olga Pereira, vereadora que tutela a Polícia Municipal, elogiou o trabalho do comandante Leandro Ferreira, assim como de todos os agentes que integram a Polícia Municipal e destacou a importância desta corporação para a cidade.

“O Município de Braga considera que a Polícia Municipal é uma divisão orgânica fundamental para a concretização da sua missão e vamos continuar a apostar no seu desenvolvimento. Neste momento, decorre um concurso para recrutar 20 novos agentes de 2.ª classe, cuja formação irá iniciar a 1 de junho, prevendo-se que possam estar incorporados até janeiro de 2024, após o necessário percurso de formação”, adiantou Olga Pereira. Antes desta incorporação, continuou a vereadora, “trabalharemos para encontrar melhores condições físicas de trabalho para toda a corporação, tendo em vista a adaptação das atuais instalações e prevendo que, até ao final deste mandato, concluiremos o projeto de novas instalações”.

Olga Pereira referiu que brevemente será finalizada a implementação de uma nova plataforma informática que permitirá proceder à desmaterialização do processo de contra-ordenações rodoviárias, cumprindo os princípios e objetivos da Administração Pública como o controlo efetivo de toda a tramitação administrativa e sua rastreabilidade, desmaterialização e celeridade processuais.

Além das duas novas viaturas, a vereadora destacou a colaboração com a PSP que vem reforçar a operacionalidade da Polícia Municipal. “Num exemplo de cooperação com a Polícia de Segurança Pública, o Município de Braga procedeu à atualização do calibre das armas da Polícia Municipal, recebendo por cedência a título definitivo e gratuita armas de fogo de 7,65mm”, destacou Olga Pereira, referindo que a utilização dessas armas será iniciada após a necessária formação.

Olga Pereira deixou, ainda, uma palavra de agradecimento a todos os agentes que cumpriram mais uma etapa de crescimento profissional, e deixou um apelo à Secretaria de Estado da Administração Pública para que proceda à revisão da carreira dos agentes.

“Existem 33 municípios com serviços de Polícia Municipal em regime geral e que se juntam aos municípios de Lisboa e Porto em regime especial. No entanto, nos municípios do regime geral a carreira de Polícia Municipal, está a perder atratividade e é urgente proceder à revisão desta carreira. Sabemos que estão a ser realizadas reuniões com a Secretaria de Estado da Administração Pública para revisão dos respetivos estatuto e carreira e esperamos que se possam assegurar condições ajustadas ao desenvolvimento profissional dos Agentes Municipais”, concluiu Olga Pereira, sublinhando que a relevância da atividade justifica essa revisão.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES