Sábado, Outubro 16, 2021
15.6 C
Braga
InícioCulturaPlataforma do Pandemónio festeja 1.º aniversário com iniciativas culturais em Braga

Plataforma do Pandemónio festeja 1.º aniversário com iniciativas culturais em Braga

Plataforma do Pandemónio

A Plataforma do Pandemónio, coletivo de criação artística que aposta na expansão de novos artistas, concluiu no passado sábado, 25 de setembro, um ano de atividade e vai festejar o seu primeiro aniversário com iniciativas culturais em Braga.

Deste ano, a sua diretora artística, Marta Moreira, destaca “o quão prolíficos conseguimos ser, dinamizando em plena pandemia com seis concertos, duas exposições, um espectáculo de criação com a comunidade, dezenas de workshops de criação artística, uma oficina de escrita e ainda uma revista multidisciplinar, entre muitas outras coisas, como agenciamentos e apoio à produção de outras iniciativas”.

Em período de planificação da programação para a próxima temporada, a diretora salienta “o crescimento de parcerias e protocolos estabelecidos com outras estruturas do sector, que possibilitam a dinamização duma programação mais variada e arrojada”.

Para festejar este marco no percurso deste coletivo com cerca de 30 artistas, o próximo fim de semana conta com 3 iniciativas distintas. Os festejos começam na sexta-feira, 1 de outubro, com a inauguração, às 19:00, da PULSAR – uma exposição na Casa do Professor, parceiro da produção da iniciativa. O número de estreia desta revista multidisciplinar retorna, assim a Braga, depois duma circulação que a levou a vários pontos do país, incluindo Lisboa, para uma exposição patente na Casa do Professor até 29 de outubro, que contará com trabalhos de Leonor Teixeira, David Rodrigues, Maria Terra e Tiago Giora . A entrada no evento carece de reserva prévia através do e-mail [email protected].

No sábado, 2 de outubro, prosseguem os festejos com uma Tertúlia Boémia no Jardim dos Coimbras, evento de entrada livre com início marcado para as 21:30. A iniciativa é fruto de mais uma recente parceria entre a Plataforma do Pandemónio e a Capela dos Coimbras, e conta com diversas performances, uma Jam Session e uma sessão de Balfolk a encerrar a noite, entre várias surpresas.

Encerrando os festejos, está a 1ª edição dos M.I.A (Mercados Incríveis de Arte), no dia seguinte da parte da manhã, 3 outubro, no Mercado Cultural do Carandá, iniciativa desenvolvida em parceria com a Academia Tin.Bra e que conta com o apoio do Município. Estes mercados ambicionam revitalizar a tradição dos mercados culturais em Braga e irão decorrer ao longo de todo o ano no primeiro domingo de cada mês.

Marta Moreira ainda que “a ambição é criar uma nova dinâmica em torno do Mercado Cultural do Carandá, potenciando as estruturas que lá desenvolvem a sua atividade e em estreita colaboração com elas, logo naturalmente os M.I.A terão diversas iniciativas paralelas ao longo do ano, nomeadamente de carácter performativo, no sentido de expandir o âmbito do projeto”.

Esta primeira edição conta com um Percurso Artístico desenvolvido pela Academia de Teatro Tin.Bra e é de entrada livre.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS